Câncer de mama 600% maior em mulheres com baixa vitamina D

A deficiência de vitamina D é das principais causas de câncer de mama entre as mulheres, Breast-Cancer-X-Ray-Resultsde acordo com um recente estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition. O estudo, de autoria de uma equipe de cientistas de várias organizações, relata que as mulheres na Arábia Saudita, que têm níveis baixos de vitamina D têm seis vezes o risco de terem câncer de mama em relação às mulheres com níveis mais elevados. Pesquisadores incitam os demais a aumentarem sua ingestão de vitamina D para uma infinidade de benefícios de saúde que preservam a vida.

O estudo caso-controle analisou dados de 120 casos de câncer de mama e uma quantidade igual de controles. O estudo constatou que as mulheres da Arábia Saudita na categoria de vitamina D mais baixa, menos de 25 nmol/L (10 ng/ml), tinham seis vezes o risco para o câncer de mama evasivo em relação às pessoas nas categorias mais elevadas do status de vitamina D, maiores que 50 nmol/L (20 ng/ml). As mulheres na Arábia Saudita, mesmo residentes em uma área de alta exposição UV da luz solar, têm níveis muito baixos de vitamina D. Isto é devido à um moderno estilo de vida interior, tipos de pele mais escuros, práticas culturais de vestimenta e o fato de que a oferta de alimentos não é fortificada com vitamina D, como é no Canadá e nos EUA.

Os dados coletados para o estudo indicaram que os casos de câncer de mama tinham significativamente mais baixas concentrações séricas de 25-hidroxivitamina D [25 (OH) D], com uma média de 9,4 ng/mL, em relação aos controles, cuja média foi de 15,4 ng/mL.

“Estes resultados não são surpreendentes”, diz Dr. Cedric Garland, Professor do Departamento da Família e Medicina Preventiva da UCSD. “Existem numerosos estudos que suportam que as mulheres precisam de níveis de vitamina D superiores às orientações do Instituto de Medicina (IOM) de 50 nmol/L (20 ng/ml) para ajudar a prevenir o câncer de mama.” (http://www.prweb.com)

“Nosso estudo, publicado no Annals of Epidemiology, em julho de 2009, relatou que a elevação dos níveis séricos femininos de 25(OH)D de 100 a 150 nmol/L (40 a 60 ng/ml) impediria 58.000 novos casos de câncer de mama e três quartos das mortes por esta doença nos EUA e no Canadá.”, acrescentou Dr. Garland. “Precisamos de ajuda e suporte da comunidade médica, especialmente os médicos de família para comunicar isto aos seus pacientes e inserir a oportunidade de prevenção do câncer de mama da vitamina D na prática diária para preservar vidas.” (http://www.prweb.com)

“Os níveis ideais de vitamina D têm o potencial para reduzir drasticamente os casos de câncer de mama no Canadá e nos EUA”, disse Perry Holman, diretor executivo do Vitamin D Society. “O Vitamin D Society recomenda que as pessoas tenham os seus níveis de 25(OH)D testados pelo seu médico de família ou através da compra de um kit de teste caseiro através de prestadores de saúde, como a GrassrootsHealth.net . Se o resultado do teste de vitamina D for baixo, abaixo de 100 nmol/L no Canadá ou 40 ng/ml nos EUA, tomar medidas imediatas para aumentar a sua ingestão de vitamina D”. (http://www.prweb.com)

Arash Hossein-mirelly, MD, PhD, Michael F. Holick, PhD, MD, do Boston University Medical Center publicaram um artigo, “Vitamina D Para a Saúde: Uma Perspectiva Geral,” detalhando os benefícios de saúde associados à vitamina D. O artigo descreve como a deficiência de vitamina D continua a ser um problema na sociedade atual e os riscos associados à ela. “Pelo motivo da gordura corporal poder seqüestrar a vitamina D, é agora reconhecido que crianças e adultos que são obesos necessitam de 2 a 5 vezes mais vitamina D, para tratar e prevenir a deficiência de vitamina D,” escrevem Hossein-mirelly e Holick, sugerindo que as preocupantes taxas de obesidade da América podem significar que um número crescente de cidadãos está sofrendo de deficiência de vitamina D, quer compreendam isso ou não. (http://www.mayoclinicproceedings.org)

A vitamina D pode ser encontrada naturalmente em muito poucos alimentos. Salmão selvagem e cogumelos expostos aos raios UV são dois dos escasso itens alimentares naturais que contém vitamina D. Apesar disso, o artigo de Hossein-nzhad e Holick prossegue listando outras fontes disponíveis de vitamina D e como aumentar a absorção do importante nutriente:

“A ingestão de vitamina D pode ser aumentada pela ingestão de alimentos enriquecidos com vitamina D. Uma recente revisão sistemática encontrou que a fortificação de alimentos com vitamina D (especialmente no leite) é eficaz em aumentar significativamente os níveis de 25(OH)D na população. 7, 252 outros alimentos incluindo alguns cereais, sucos, algumas margarinas e outros produtos lácteos. A ingestão média individual de cerca de 11 µg/d  (440 UI/d), a partir de alimentos fortificados (intervalo de 120 a 1000 UI/d) aumenta as concentrações de 25 (OH) D em 7,7 ng/ml, correspondendo a um aumento de 0,48 ng/mL de 25(OH)D para cada 40 UI (1 µg/d) ingeridos. ” (http://www.mayoclinicproceedings.org)

O trabalho de Hossein-nzhad e Holick termina com conselhos, incitando os leitores a aumentarem suas quantidades de ingestão vitamina D: “Existe potencialmente um grande benefício (em termos de melhoria da saúde e bem-estar geral) em aumentar os níveis séricos de 25(OH)D acima de 30 ng/mL. Uma estratégia eficaz para prevenir a insuficiência e a deficiência de vitamina D é obter alguma exposição solar sensata, ingerir alimentos que contenham vitamina D e tomar um suplemento de vitamina D.” (http://www.mayoclinicproceedings.org)

Referências

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte NaturalNews.com

Leia também:

6 comentários sobre “Câncer de mama 600% maior em mulheres com baixa vitamina D

  1. Pingback: Vitamina D previne a placa arterial em diabéticos reduzindo o risco de doenças cardíacas | Vitamina D – Brasil

  2. Conheço bem alguns estudos sobre a vitD e tb tenho conhecimento de que a VitD contribui para que várias doenças, não só o cancer, se instale em que tome a quantidade necessaria desse hormonio. Estudo Feitos pelo Dr Michael Holic nos EUA,Dr Cicero Coimbra no Brasil e outros médicos-cientistas, provam isso.

  3. Pingback: Você precisa deste super mineral para prevenir o câncer de cólon e melhorar a saúde cerebral | Vitamina D – Brasil

  4. Pingback: Níveis de vitamina D e risco de câncer de mama: uma meta-análise de estudos prospectivos | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s