Novo estudo: Vitamina D para o tratamento da forma mais letal de câncer de mama

Pesquisas recém publicadas no The Journal of Cell Biology revelam duas descobertas vitamind_womanimportantes sobre uma das formas mais agressivas e difíceis de tratar de câncer de mama. Pesquisadores liderados por Susana Gonzalo, Ph.D., professora assistente de bioquímica e biologia molecular na Universidade de Saint Louis, descobriram um caminho molecular que contribui para o câncer de mama triplo-negativo. Esta forma muitas vezes letal de câncer de mama tende a atingir mulheres mais jovens e é resistente aos tratamentos já existentes – mas Gonzalo e seus colegas agora acreditam que a vitamina D possa ser um tratamento para muitas mulheres com esta forma letal de câncer de mama.

A equipe de pesquisa de Gonzalo identificou um caminho molecular nas mulheres que nascem com mutações no gene BRCA1, colocando-as em risco maior para desenvolver câncer de mama e de ovário, frequentemente do tipo triplo-negativo. Quando essa via é ativada, os tumores crescem sem controle e tendem a não ser sensíveis aos tratamentos padrões para câncer. A quimioterapia atualmente usada para tratar este tipo de câncer raramente é eficaz e traz efeitos colaterais graves.

Mas aqui está a nova e esperançosa notícia. Experimentos realizados no laboratório de Gonzalo, em colaboração com os laboratórios de Xavier Matias-Guiu e Adriana Duso no Instituto de Pesquisa Biomédicas em Lleida, Espanha, mostraram que a ativação dessa nova via permite que as células tumorais cresçam sem controle. No entanto, foi verificado que a vitamina D tem a capacidade de desligar esta rota biológica.

O resultado? De acordo com os pesquisadores, a vitamina D pode ser uma “estratégia segura e de baixo custo para combater estes tipos de tumores.”

Em uma declaração à imprensa, os pesquisadores pontuaram que eles estão esperançosos de que, no futuro, as mulheres com câncer de mama  triplo-negativo possam se beneficiar de um tratamento que inclua a vitamina D. “Como em todas as pesquisas de laboratório, a vitamina D como terapia terá que ser estudada em um ensaio clínico antes dos médicos reconhecerem o quão segura ou eficaz ela será”, afirmaram.

A nova pesquisa se soma a outras descobertas de que a vitamina D pode desempenhar um papel importante na prevenção e tratamento do câncer de mama. Por exemplo, um estudo realizado por cientistas do Centro Alemão de Pesquisa do Câncer, em colaboração com pesquisadores do Hospital da Universidade de Hamburg-Eppendorf e publicado na revista médica Carcinogenesis, encontrou evidências de que as mulheres com baixos níveis de vitamina D tinham claramente um aumento substancial do risco de câncer de mama.

Outro estudo relatado anteriormente pela NaturalNews, da Universidade do Rochester Medical Center descobriu que a grande maioria das mulheres submetidas ao tratamento do câncer de mama tinha níveis séricos de vitamina D muito baixos. Além do mais, as mulheres cuja doença progrediu para a fase final de câncer (ou seja, terminal) apresentaram os menores níveis dessa vitamina.

Referências

“BRCA1 loss activates cathepsin L-mediated degradation of 53BP1 in breast cancer cells” Autores: Grotsky DA, Gonzalez-Suarez I, Novell A, Neumann MA, Yaddanapudi SC, Croke M, Martinez-Alonso M, Redwood AB, Ortega-Martinez S, Feng Z, Lerma E, Ramon y Cajal T, Zhang J, Matias-Guiu X, Dusso A, Gonzalo S.

Fonte NaturalNews.com

Veja também:

Reportagem da ABC News – A vitamina D no tratamento do câncer

Anúncios

2 comentários sobre “Novo estudo: Vitamina D para o tratamento da forma mais letal de câncer de mama

  1. Pingback: Câncer de mama 600% maior em mulheres com baixa vitamina D | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Novo estudo: A vitamina D aumenta a sobrevida em pacientes de câncer de mama | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s