Quando se trata de conhecimentos em saúde, os médicos são surpreendentemente ignorantes

A América é um país onde o analfabetismo nutricional e sobre saúde é generalizado. E commedico isto não estou me referindo apenas às lacunas de conhecimento dos consumidores de produtos de saúde. São os médicos e os “especialistas” em saúde que têm falhas espantosas de conhecimento daquilo que devia ser considerado como informações básicas sobre a saúde em qualquer país do primeiro mundo.

Também os pais pecam por falta da verdadeira alfabetização em nutrição e saúde. Isto deve-se, em grande parte, ao fato de as revistas médicas, as autoridades de saúde e os meios de comunicação social os desinformarem ativamente sobre questões de saúde e nutrição, na esperança de impedir as pessoas de aprenderem a cuidar da sua própria saúde utilizando remédios e curas simples e naturais.

Seguem-se alguns exemplos chocantes das enormes falhas de conhecimento entre médicos, pais e outros…

O que o seu médico não sabe, realmente, pode prejudicá-lo

• A maioria dos médicos pouco ou nada percebe sobre a diferença nutricional entre alimentos VIVOS e alimentos MORTOS. A maioria dos médicos pensa que são idênticos em termos nutricionais!

• A maioria dos médicos convencionais não sabe que o NIH financiou e operou ativamente experiências médicas criminosas com prisioneiros humanos. (http://www.naturalnews.com/029920_US_government_STD_experiment.html)

• A maioria dos pais não faz ideia que as carnes processadas (bacon, salsichas, presunto, etc.) contêm nitrito de sódio, um produto químico de coloração, que estimula cânceres agressivos do cérebro, do pâncreas e do cólon. (http://www.naturalnews.com/007024.html)

• A maioria dos médicos não faz ideia que as vacinas da gripe sazonal pouco mais são do que charlatanice e não conferem de fato nenhuma proteção real contra a gripe. (http://www.naturalnews.com/029641_vaccines_junk_science.html)

• Muito poucos pais sabem a diferença entre as palavras “natural” e “orgânico” nos rótulos dos alimentos. A maioria dos pais acha que “natural” significa “orgânico” e portanto compram mais produtos com a indicação de que são naturais (mesmo quando a palavra não signifique nada).

• Poucos médicos sabem que os fármacos estatinas foram projetados à partir de uma molécula chamada lovastatina, que se encontra naturalmente no arroz vermelho fermentado. As empresas farmacêuticas piratearam a molécula da natureza (biopirataria) e, depois, a patentearam. Em seguida, pressionaram a FDA para declarar que o arroz vermelho fermentado era uma “adulteração” complementada porque, pasmem, contém naturalmente o fármaco que elas roubaram dele!

• A maioria dos pais fica completamente confusa sobre as informações nutricionais de fórmulas infantis. Eles são surpreendentemente inconscientes de que alguns dos produtos infantis mais populares, como a fórmula Similac são feitos com mais de 50% de açúcares (http://www.naturalnews.com/029863_Similac_infant_formula.html).

• Praticamente ninguém fora da comunidade da saúde natural sabe que a proteína da soja é extraída utilizando um químico explosivo e tóxico chamado hexano. (http://www.naturalnews.com/026303_soy_protein_hexane.html)

• Muito poucas pessoas sabem que a coloração para alimentos carmim, utilizada nas bebidas à base de fruta e no iogurte de morango, é na verdade feita a partir de besouros vermelhos esmagados. (http://www.naturalnews.com/002043.html)

• A maioria dos médicos continua desconhecendo completamente os nutrientes anti-cancerígenos que se encontram no aipo, toranja, couve e chocolate. Tendem a acreditar que o remédio venha dos laboratórios, não dos alimentos.

• Muito poucos pais sabem que o leite e os produtos lácteos processados estimulam a obesidade, as doenças cardíacas e a acne nos seus filhos adolescentes. Espantosamente, a maioria dos adultos foi levada a pensar que o iogurte faz bem para eles porque contém probióticos (não importando as gorduras do leite homogeneizado).

• A maioria das pessoas de todas as idades, chegou a pensar que frozen yogurt lhes fazia bem, muito embora se trate apenas de sorvete processado polvilhado com pó probiótico. (http://www.naturalnews.com/029038_frozen_yogurt_health_food.html)

• A maioria dos médicos desconhece completamente os perigos para a saúde do aspartame e do glutamato monosódico, e não fazem qualquer tentativa no sentido de educar os seus pacientes para evitarem estas excitotoxinas.

• A maioria das pessoas não sabe que se se inscreverem como doadoras de órgãos, é possível que alguém venha a ganhar literalmente milhões de dólares com partes do seu corpo enquanto os seus órgãos vão para homicidas! (http://www.naturalnews.com/029296_organ_transplants_liver.html) Além disso, se for o receptor de um órgão de um doador, pode receber um órgão doente e canceroso como o seu “novo” transplante. (http://www.naturalnews.com/027353_health_disease_cancer.html)

• Acha que é seguro cozinhar em panelas anti-aderentes? A maioria das pessoas não faz ideia que as superfícies das panelas anti-aderentes são feitas de produtos químicos altamente tóxicos e que, se aquecermos uma panela anti-aderente no fogão, ela solta de fato químicos tóxicos em quantidade suficiente para matar o seu periquito de estimação (isto não é um mito).

• Muito poucos médicos sabem que o corpo humano tem um segundo cérebro. Encontra-se no nosso intestino e é uma massa altamente complexa de neurônios interligados que conferem verdadeira “inteligência” à nossa digestão e às nossas interações com os alimentos. Até existe um livro chamado The Second Brain (http://www.amazon.com/Second-Brain-Groundbreaking-Understanding-Disorders/dp/0060930721) que explica como é que funciona.

• Um médico convencional típico não consegue dizer quais são os benefícios das amoras para a saúde  muito embora as amoras possam fazer com que os fármacos estatinas se tornem obsoletos para muitas pessoas! A maioria dos naturopatas, entretanto, está bem ciente dos benefícios das amoras e até pode receitá-las.

• A maioria dos médicos sabe a verdade sobre o grau de toxicidade da quimioterapia para os pacientes, mas não revela aos pacientes os detalhes do que sabe. Verifica-se que 91% dos oncologistas não escolheriam a quimioterapia para eles próprios. (http://www.naturalnews.com/029996_chemotherapy_brain_function.html)

É evidente que esta lista poderia continuar. Aparentemente, há inúmeros exemplos de falhas extremas de conhecimento dos médicos que, francamente, deveriam saber mais.

Os graduados das escolas de medicina obtêm um “F” em saúde

Então porque é que os médicos convencionais continuam tão ignorantes sobre os fatos básicos da saúde e da nutrição humanas? Porque as escolas de medicina não ensinam saúde. Ensinam doença, cirurgia e farmacologia. Não oferecem praticamente nenhum material sobre nutrição, prevenção da doença ou medicina mente-corpo, pelo que os médicos que saem da escola de medicina são nutricionalmente analfabetos e não têm conhecimentos básicos sobre saúde.

Entretanto, ao mesmo tempo, lhes dizem que sabem tudo sobre saúde e o corpo humano, pelo que sofrem da combinação mais perigosa de todas: uma atitude presunçosa de quem sabe tudo, aliada a uma tremendo analfabetismo em saúde. Esta é uma das principais razões por que o sistema de saúde da América é uma falha absoluta – as pessoas que supostamente possuem maiores conhecimentos sobre saúde que todas as outras são exatamente aquelas que não os possuem. De uma certa forma, foram “deseducadas” pelas escolas de medicina e saíram sabendo menos que quando lá entraram.

Não sou o único a pensar assim. De fato, algumas destas preocupações são expressas por outros médicos que ficam espantados com a arrogância e o alfabetismo em saúde dos seus próprios pares. Por exemplo, num comentário publicado na edição de 14 de Julho do Journal of the American Medical Association (JAMA), o Dr. Pronovost, professor de anestesiologia e cuidados críticos da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins, explica de que forma a arrogância dos médicos está atualmente matando dezenas de milhares de pacientes na América. (http://www.naturalnews.com/029350_doctors_patients.html)

Os médicos com formação holística, que foram muito além da escola de medicina e aprenderam, eles próprios, os princípios da nutrição, descrevem muitas vezes a sua formação convencional nas faculdades de medicina como tremendamente inadequada. O Dr. Andrew Weil, por exemplo, descreve os seus colegas da medicina convencional como “nutricionalmente analfabetos”.

E tem razão. A maioria dos médicos convencionais é nutricionalmente analfabeta. E a maioria dos pais também. E se quisermos mudar o futuro da saúde da América, é evidente que esta situação tem de mudar. A nutrição deve ser a base da formação das escolas de medicina, não uma reflexão tardia.

É impossível criar uma nação saudável se as próprias pessoas que praticam medicina não sabem muito sobre saúde e nutrição.

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte: NaturalNews.com

Anúncios

7 comentários sobre “Quando se trata de conhecimentos em saúde, os médicos são surpreendentemente ignorantes

  1. Pingback: Vitamina D – Uma estratégia na prevenção de gripes e resfriados | Vitamina D – Brasil

  2. Também acho,os médicos estão muitos dispersos até para fazer uma boa leitura dos exames que os pacientes levam para eles. Eu, como gosto de está a par das boas notícias sobre saúde, estou sempre atenta nas entrevistas, de TV onde vários médicos são entrevistados.
    Desde jeito nós leigos, ficamos sabendo até de vários exames, que são necessários para diagnosticar algum problema. Eu descobri, que estava com baixa de Vitamina D, fazendo exame de sangue, porque aproveitei que iria fazer outros exames e por minha conta acrescentei a dosagem da Vit, D. Eu tenho osteopenia, e nunca o Ortopedista, me pediu este exame. Ainda, disse para mim que era para eu fazer hidroginástica. Coitado! É falado por vários médicos que para o idoso é necessário fazer exercícios de força, como musculação, pois irá trabalhar o fortalecimento das musculaturas e o vigor da massa óssea. Eu como leiga sei, que hidroginástica, é bom sim para várias situações, mas para quem já tem osteoporose ou osteopenia, não acrescenta nada.
    Quando peguei meus exames lá estava que a Vit. D no meu organismo, estava baixa.
    Ainda, tive que falar com a endocrinologista que a Vit, D estava baixa, porque ela passou batida,
    e nem tinha visto isto. Que horror! Em quem confiar? Tá difícil!!!
    Agora, vou consultar outro médico, pois estou insegura, com a receita que ela mandou-me
    fazer na farmácia de manipulação.
    Infelismente, é um descaso muito grande com as pessoas.

    Parabéns aos GRANDES MÉDICOS ESTUDIOSOS, QUE ABRAÇARAM A MEDICINA POR VOCAÇÃO E MUITO AMOR e RESPEITO AO SER HUMANO!
    Estes fazem a diferença!!!

  3. Por toda a carga em cima dos médicos tb não é certo, eles deveriam sim estar com a mente mais aberta. E os pais deveriam se preocupar mais em buscar informações certas sobre saúde e qualidade de vida, a maioria nem planeja os filhos, e o governo tb não ajuda a difundir informações corretas, a indústria alimentícia faz a festa!

    • Por isso que deveria existir de forma efetiva uma equipe multidisciplinar, essa função descrita à cima é do profissional de nutrição, mas ele pouco pode fazer se não tiver um verdadeiro apoio do profissional médico, que muitas vezes acha “besteira” ficar indo em nutricionista para pegar “receitinha de bolo”! E não aconselha seu paciente a procurar este profissional, tratando-o com medicação, sempre enxergando como tratar dos sintomas e não buscando como resolver a causa. Precisamos uns dos outros para uma verdadeira promoção da saúde para a população, é essa a verdade!

  4. Pingback: Álcool e melanoma: mais comprovações de que esse tipo de câncer de pele mortal não seja causado pela luz solar | Vitamina D – Brasil

  5. Pingback: 7 coisas surpreendentes que você provavelmente não sabe sobre a exposição à luz solar e protetores solares | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s