Quais são o limite superior e o NOAEL? São eles justificáveis?

O limite superior (UL) para a vitamina D, definido pelo Food and Nutrition Board 2011, é shutterstock_3345891de 4.000 UI por dia. Este é definido como o nível mais alto de consumo diário que não cause efeitos secundários em seres humanos quando utilizado indefinidamente sem supervisão médica.

O mesmo conselho define o No Observed Adverse Effect Level (NOAEL) em 10.000 UI/dia. O NOAEL é a dose para a qual não existem estudos publicados mostrando quaisquer efeitos adversos da dosagem. Como um aparte, se existem estudos mostrando que 20.000 UI/dia não sejam seguros, eu gostaria de vê-los.

De qualquer modo, o limite superior é simplesmente calculado a partir do NOAEL dividindo por um fator de segurança. No caso da vitamina D, dividiu-se o NOAEL de 10.000 UI/dia por 2,5 para obter o limite superior de 4.000 UI/dia.

No Vitamin D Council, recomendamos que pacientes excedam o limite superior, mas não excedam o NOAEL de 10.000 UI/dia, a menos que estejam sob supervisão médica ou saibam o que eles estão fazendo. Mas por que nós recomendamos mais que o limite superior da Food and Nutrition Board?

Porque a questão é, será 4.000 UI/dia levará 97,5% da população acima de um certo limite de 25(OH)D, tal como 30 ng/ml? Ou são necessária doses mais elevadas que 4.000 UI/dia  para alcançar níveis sanguíneos superiores a 30 ng/ml, 30 ng/ml sendo ainda muito mais baixo do que a média 25(OH)D que foram encontrados em caçadores coletores que vivem em torno do equador, que são de cerca de 46 ng/ml.

Vitamin D status in indigenous populations: Part 1 Posted on August 27, 2012 by John Cannell, MD

Doutor Etienne Cavalier e seus colegas da Universidade de Liège, na Bélgica recentemente tentaram descobrir se 4.000 UI/dia são suficientes, dando doses altas ou muito altas para um total de 140 indivíduos.

Cavalier E, Faché W, Souberbielle JC. A Randomised, Double-Blinded, Placebo-Controlled, Parallel Study of Vitamin D3 Supplementation with Different Schemes Based on Multiples of 25,000 IU Doses. Int J Endocrinol. 2013;2013:327265.

O estudo foi realizado na Bélgica, entre janeiro a julho de 2011 e incluiu apenas pacientes saudáveis ​​com idade acima de 50 anos. Na Bélgica, a única vitamina D à disposição dos médicos foi em cápsulas de vitamina D3 de 25.000 UI, de modo que foi a que eles utilizaram. Eles usaram esquemas de dosagem duas vezes por mês, dando uma dose em seu escritório a cada duas semanas para garantir o cumprimento de 100%. Veja quais foram seus grupos de dosagem

  • Deram o equivalente a cerca de 4.200 UI/dia para o primeiro grupo de 40 pacientes cujos valores iniciais de 25(OH)D foram inferiores a 10 ng/ml.
  • Deram cerca de 3.000 UI/dia para um segundo grupo de 40 pacientes, cujos primeiros níveis estavam entre 10 e 20 ng/ml.
  • Deram cerca de 2.000 UI/dia para um terceiro grupo cujos níveis iniciais estavam entre 20 e 30 ng / ml.
  • Deram cerca de 1.600 UI/dia para um quarto grupo, cujos primeiros níveis foram mais de 30 ng/ml
  • Deram placebo a um quinto grupo cujos níveis médios eram de 18 ng/ml.

Tenha em mente as doses acima são calculadas a partir de “stoss” ou grandes doses, os pacientes foram efetivamente recebendo a cada duas semanas. Eles testaram os níveis de 25(OH)D durante o estudo, incluindo o nível final, que foi elaborado 30 dias após os quatro grupos completaram os seus calendários de dosagem.

A primeira coisa notável que os autores descobriram foi que os níveis do grupo placebo não subiram, apesar do estudo terminar em Julho. Aparentemente, os adultos mais velhos da Bélgica pegam pouco sol.

Em seguida, foram surpreendidos com a forma como muitos dos indivíduos ainda tinham níveis finais de menos de 30 ng/ml, apesar de considerem grandes doses de vitamina D. As percentagens de pacientes que não conseguiram alcançar um final de 25(OH)D de pelo menos 30 ng/ml foram de 62% do grupo 1, 60% no grupo 2, 25% do grupo 3, 45% no grupo 4, e 86% no grupo placebo. No entanto, estes níveis finais foram elaborados um mês após a última dose de vitamina D, de modo que seriam maiores se fossem testados uma semana após a dose final.

No entanto, os autores escreveram,

“Em geral, isto sugere que as doses de vitamina D3 administradas no presente estudo, não foram suficientes para atingir ou manter o alvo de 30 ng/mL em uma proporção significativa dos indivíduos incluídos. Deve sublinhar-se que a dose administrada aos indivíduos com um nível sanguíneo de base ≤ 10 ng/mL já estava muito próximo (um pouco acima, na verdade) do limite superior de segurança de 4.000 UI/dia definido pela IOM. Assim, se um 25(OH)D, de 30 ng/mL ou mais, for alvo de futuros estudos, doses mais elevadas que o limite superior da IOM devem ser utilizadas. “

Eu gosto quando acadêmicos contradizem as recomendações do Food and Nutrition Board. Primeiro, este estudo faz as recomendações do Vitamin D Council (5.000 UI/dia) parecem razoáveis, se não conservadoras. Segundo, que legitima qualquer profissional que dê a vitamina D e, posteriormente, teste níveis de 25(OH)D e dirá, 4.000 UI/dia simplesmente não são suficientes para algumas pessoas. Na verdade, 5.000 UI/dia não são suficientes para algumas pessoas. No entanto, recomendamos que qualquer um que exceda 5.000 UI/dia faça um teste 25(OH)D três meses depois de tomar tal dose para ter certeza de que ele atinja o efeito desejado, que é o nível sanguíneo normal.

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte Vitamin D Council

Leia também

Última atualização de página: 02 de março de 2013

Anúncios

3 comentários sobre “Quais são o limite superior e o NOAEL? São eles justificáveis?

  1. Pingback: Comentários da IOF sobre as recomendações da USPSTF quanto à suplementação de vitamina D e cálcio | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Hipersensibilidade à vitamina D | Vitamina D – Brasil

  3. Pingback: Novas recomendações de vitamina D definidas pelo painel de especialistas na Europa Central | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s