Suplementos de vitamina D podem ajudar na pressão arterial de afro-americanos

Suplementos de vitamina D reduziram significativamente a pressão sanguínea no primeiro african-americangrande estudo controlado de afro-americanos, relatam os pesquisadores no American Heart Association journal Hypertension .

No ensaio prospectivo, um regime de três meses de vitamina D por dia aumentou os níveis sanguíneos circulantes  de vitamina D e resultou numa diminuição na pressão arterial sistólica variando de 0,7 a 4 mmHg (dependendo da dose administrada), em comparação com nenhuma alteração nos participantes que receberam placebo.

A pressão arterial sistólica, o número superior mais alto em uma leitura, é a pressão nas artérias quando o coração bate. A pressão arterial diastólica, o número menor da parte inferior, a pressão nas artérias entre os batimentos cardíacos.

“Embora isso precise ser mais estudado, a maior prevalência de deficiência de vitamina D entre afro-americanos pode explicar, em parte algumas das disparidades raciais na pressão arterial “, disse John P. Forman, MD, M.Sc., principal autor do estudo e professor assistente na Divisão Renal de Medicina do Hospital Brigham and Women, em Boston, Massachusetts

Afro-americanos têm maiores taxas de hipertensão e menores níveis circulantes de 25-hidroxivitamina D ( vitamina D3 ou colecalciferol) que o restante da população dos EUA. Poucos estudos têm incluído quantidade suficiente de afro-americanos para determinar se suplementos de vitamina D podem reduzir esta disparidade racial.

Para explorar isto, pesquisadores de sete grandes hospitais de ensino conduziram um estudo de qutro braços, randomizado, duplo-cego, de 250 adultos negros. Eles testaram pressão arterial após um regime de três meses de suplementação diária de vitamina D em uma das três doses e compararam os resultados com um grupo tomando placebo:

A ingestão de 1.000 unidades de vitamina D por dia durante três meses, foi associada com uma diminuição de 0,7 mm Hg na pressão sanguínea sistólica.
A ingestão de 2.000 unidades foi associada com uma diminuição de 3,4 mm Hg.
A ingestão de 4.000 unidades marcou uma queda de 4 mm Hg.
Os participantes que tomaram suplementos de vitamina placebo tiveram um aumento médio de 1,7 mm Hg.

“Os ganhos que vimos foram modestos, mas significativos”, disse Forman.

Além disso, a pressão arterial diastólica não se alterou em qualquer um dos quatro grupos. Em estudos prospectivos, os baixos níveis sanguíneos de 25-hidroxivitamina D foram independentemente associados a um risco aumentado de desenvolver hipertensão.

“Se a suplementação de vitamina D reduziu a pressão arterial entre afro-americanos, seu uso generalizado poderia ter grandes benefícios para a saúde pública”, disse Andrew T. Chan, MD, MPH, co-autor do estudo e professor assistente na Divisão Renal de Medicina do Hospital Brigham and Women, em Boston, Massachusetts.

Fonte: MedicalXpress.com

Leia também

Anúncios

3 comentários sobre “Suplementos de vitamina D podem ajudar na pressão arterial de afro-americanos

  1. Pingback: A vitamina D e o risco de hipertensão futura | Vitamina D - Brasil

  2. Pingback: Trate a hipertensão naturalmente com vitamina D: estudo | Vitamina D – Brasil

  3. Pingback: O risco de hipercalcemia em negos tomando hidroclorotiazida e vitamina D | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s