A vitamina D via oral é uma opção viável de tratamento para a psoríase: pesquisa

A psoríase é uma doença crônica, auto-imune que surge na pele. Ela ocorre quando inverse_psoriasis_1401_xo sistema imunológico envia sinais defeituosos que aceleram o ciclo de crescimento das células da pele. A psoríase não é contagiosa. Existem cinco tipos de psoríase. A forma mais comum, a psoríase em placas, aparece como manchas vermelhas sobrelevadas, cobertas com uma formação branca prateada das células mortas da pele. A psoríase pode ocorrer em qualquer parte do corpo e está associada a outros problemas de saúde graves, como o diabetes, doenças cardíacas e a depressão. A psoríase é a doença auto-imune mais comum nos EUA com um número de cerca de 7,5 milhões de americanos afetados pela doença.

A vitamina D como um tratamento tópico tornou-se um dos pilares para o tratamento da psoríase vulgar. A vitamina D por via oral, por outro lado, tem se tornado na maior parte uma opção esquecida. Em um novo estudo publicado em 01 de agosto de 2013, por pesquisadores do Departamento de Dermatologia da Universidade da Califórnia, EUA, no Journal of Dermatological Treatment, uma revisão da literatura sobre a vitamina D oral como um tratamento para a psoríase revela que este tratamento pode ser de grande eficácia.

Segundo os pesquisadores o principal efeito colateral desta terapia é a hipercalcemia, que parece ser facilmente monitorada e evitada com a dosagem e acompanhamentos adequados. A literatura também sugere uma correlação entre baixos níveis séricos de vitamina D nesta população de pacientes associada com o aumento da gravidade do comprometimento da doença. Adicionalmente, a vitamina D oral melhora a artropatia psoriática. Além disso, a vitamina D tem sido comprovada ter muitos benefícios para a saúde, como a prevenção do câncer, melhoria da saúde cardiovascular, entre muitos outros. Pacientes com psoríase, como uma população, estão em maior risco de desenvolverem complicações adversas para a saúde tais como as doenças cardiovasculares e a vitamina D oral pode provar ser benéfica para esta população.

“A vitamina D oral é barata e facilmente disponível. É ainda uma opção viável e não deve ser esquecida como um possível tratamento para a psoríase.”

Também recentemente pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), conduzidos pelo Dr. Danilo C. Finamor, publicaram na revista Dermato Endocrinology um estudo pioneiro ainda mais impressionante, utilizando altas doses de vitamina d3 no tratamento da psoríase e do vitiligo.  Os pesquisadores recrutaram nove pacientes com psoríase e dezesseis pacientes com vitiligo, que receberam 35.000 UI de vitamina D3 uma vez por dia durante seis meses, em associação à uma dieta pobre em cálcio (evitando produtos lácteos e alimentos enriquecidos com cálcio, como aveia, arroz ou “leite” de soja) e hidratação com um mínimo de 2,5 L por dia.  Os resultados podem ser conferidos nas imagens (clique para ampliar):

pso  vit

Os autores concluem:

“A terapia com altas doses de vitamina D3 pode ser segura e eficaz para pacientes com psoríase e vitiligo”.

Fontes

Leia também:

Anúncios

18 comentários sobre “A vitamina D via oral é uma opção viável de tratamento para a psoríase: pesquisa

  1. Muito útil a matéria.
    Tenho psoríase a quase 30 anos e me trato com propionato de clobetasol (loção capilar) e shampoo de piritionato de zinco … muitas vezes controlam os sintomas por alguns dias, mas tem tempos em que não dão conta do recado, justamente nos momentos mas estressantes, mudança de emprego, ou sem emprego … nesses momentos de picos altos de stress os dois medicamentos que uso realmente não são suficientes …
    Gostaria de saber se a vitamina D pode encontrada na rede de farmácias, melhor … qual a concentração necessária e se ela está disponível no mercado brasileiro.
    Grato pela atenção.
    Carlos P.

  2. Pingback: A avaliação dos efeitos de altas doses de vitamina D em pacientes com psoríase e vitiligo: um estudo brasileiro | Vitamina D – Brasil

  3. Pingback: Os benefícios da vitamina D na urticária crônica: um estudo randomizado | Vitamina D – Brasil

  4. NÃO IMPORTA QUE TRATAMENTOS SE FAÇA, PARA BRECAR A PSORÍASE; E, OUTROS MALES AUTOIMUNES. A VITAMINA D, É ÓTIMA INDICAÇÃO; MAS, NÃO DEIXEM DE FAZER AUTOHEMOTERAPIA. OS PORTADORES DESSES MALES, DEVEM ABOLIR PARA SEMPRE DO SEU CARDÁPIO; O AÇÚCAR REFINADO; REFRIGERANTES; COMIDAS PESADAS; PIMENTAS; KET CHUP; MOSTARDA; E, CRUSTÁCEOS. COMER POUCA CARNE, APENAS 2 VEZES POR SEMANA; SE USAR ADOÇANTE, PREFIRAM O QUE CONTEM SUCRALOSE, QUE É O MELHOR; USAR ROUPAS DE CORES CLARAS; E, DE ALGODÃO APENAS, ( 100% ALGODÃO ). BANHOS DE ÁGUA FRIA; OU, LIGEIRAMENTE MORNA; USAR SABONETES NEUTROS E SEM PERFUME NENHUM

  5. Pessoal, estou me tratando com acupuntura e mocha. Além disso, a terapeuta me aconselhou a tomar sol sempre que possível. Estava com as solas dos pés rachados, mal podendo andar. Após apenas 1 sessão, os cortes fecharam e a pele está voltando ao normal. A acupuntura trabalha o equilíbrio das energias do corpo, incluindo o lado emocional, o qual é um dos principais causadores das crises. Pelo menos para mim, está dando resultados excelentes!

  6. Eu tomo 100.ooml põe semana de vitamina d . Sumiu minha dermatite de contato tem me ajudado bastante na apsorise. . Qria aumenta a dose . Estou gestante. Quando aí fico só nessa dose mesmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s