Pessoas com níveis mais altos de vitamina D vivem mais

O Vitamin D Society quer deixar o público ciente de um recente estudo meta-análise 66048-2-walking-trailspublicado na BioMed Central Public Health, relatando que homens e mulheres com níveis mais altos de vitamina D têm um risco muito menor de morrer prematuramente por todas as causas (1). Os pesquisadores analisaram os resultados de nove estudos coorte prospectivos que compararam dados sobre o status de vitamina D e a mortalidade por 24.297 adultos de idades variadas. Durante o período do estudo ocorreram 5.324 mortes. Após o ajuste para todos os principais fatores de confusão, o risco de todas as causas de mortalidade foi 19% maior para os participantes com menores níveis de vitamina D, em comparação com os mais elevados. Quando os dados foram estratificados por idade, o estudo indicou que o risco de mortalidade por todas as causas para as pessoas com níveis mais baixos de vitamina D foi 12% maior para os menores de 65 anos e 25% maior para aqueles acima de 65 anos de idade. Todos os resultados foram estatisticamente significativos.

Os autores relataram, “Até onde sabemos, esta é a única revisão sistemática e meta-análise que tenha especificamente investigado se a aparente associação entre o baixo status de vitamina D e a mortalidade por todas as causas é dependente de idade. Apesar de um aumento significativo na mortalidade por todas as causa ter sido encontrada em estudos com participantes de todas as idades com baixos níveis em comparação com os níveis de 25(OH)D mais elevados, o tamanho do efeito combinado foi menor para os estudos com os participantes com uma idade média de menos de 65 anos, em comparação com os estudos que contenham mais participantes.”

“Este estudo confirma que pessoas com mais de 65 anos de idade com baixos níveis de vitamina D têm 25% maior risco de morte prematura por todas as causas”, disse Perry Holman, Diretor Executivo do Vitamin D Society . “Há uma necessidade imediata de programas de saúde pública para promoção e comunicação sobre a importância de manter os níveis ótimos de vitamina D de entre 40 e 60 ng/mL para os idosos.”

Há ainda mais preocupação, agora que estamos caminhando para a época do ano de deficiência de vitamina D. De acordo com o Dr. Reinhold Vieth, professor de Ciências Nutricionais da Universidade de Toronto, “Se sua sombra for maior que a sua altura, então, o sol não fornecerá luz ultravioleta suficiente para produção de vitamina D.”

O Vitamin D Society recomenda que as pessoas tenham os seus níveis de 25(OH)D testados pelo seu médico de família ou através da compra de um kit de teste caseiro através de prestadores de saúde, como a GrassrootsHealth.net . Se o resultado do teste de vitamina D for baixo, abaixo de 100 nmol/L no Canadá ou 40 ng/ml nos EUA, tomar medidas imediatas para aumentar a sua ingestão de vitamina D.

Dr. John Cannell do Vitamin D Council recomenda a luz solar, camas de bronzeamento ou suplementação D3 para aumentar seus níveis sanguíneos de vitamina D.

Sobre o Vitamin D Society:

O Vitamina D Society é um grupo canadense sem fins lucrativos organizado para: aumentar a consciência das muitas condições de saúde fortemente associadas à deficiência de vitamina D; incentivar as pessoas a serem pró-ativas na proteção de sua saúde e terem seus níveis de vitamina D testados anualmente; e ajudar a financiar valiosas pesquisas em vitamina D. O Vitamin D Society recomenda que as pessoas a alcancem e mantenham níveis sanguíneos ótimos de 25(OH)D entre 40 e 60 ng/ml.

Para mais informações, favor contatar:

Perry Holman
Vitamin D Society
877-520-4867

pholman (em) vitamindsociety (ponto) org

http://www.vitamindsociety.org

Referências

1. Vitamin D and subsequent all-age and premature mortality: a systematic review. Jul 2013

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte PRWeb

Leia também:

Anúncios

4 comentários sobre “Pessoas com níveis mais altos de vitamina D vivem mais

  1. Pingback: Deficiência de vitamina D entre mulheres brasileiras na pós-menopusa: pesquisa | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Estudo constata que níveis séricos de vitamina D não estão associados com a ocorrência de cálculos renais | Vitamina D – Brasil

  3. Pingback: Baixos níveis de vitamina D provam serem fatais, aumentando a mortalidade | Vitamina D – Brasil

  4. Pingback: Menores níveis sanguíneos de vitamina D associados à taxas mais elevadas de morte prematura | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s