Magnésio potencialmente aumenta a proteção da vitamina D contas doenças cardíacas, câncer e morte

Uma nova pesquisa mostrou que o magnésio é muito importante para o uso adequado da Magnesiumvitamina D em seu corpo, ele pode realmente aumentar a proteção da vitamina D às doenças cardíacas fatais e ao câncer de cólon em cerca de 500 por cento e da morte em geral em mais de 100 por cento . É importante ressaltar que isso também significa que aqueles com baixos níveis de magnésio estão recebendo muito menos benefícios de sua vitamina D do que eles imaginam.

Magnésio – seu corpo não pode usar a vitamina D sem ele

As três principais enzimas responsáveis ​​pela ativação, armazenamento e o transporte da vitamina D em todo o seu corpo são todas dependentes de magnésio. Isso significa que não importa o quanto de vitamina D você tome, seu corpo não poderá usá-la corretamente, se você for deficiente em magnésio. Por outro lado, um consumo elevado de magnésio na verdade parece aumentar os níveis de vitamina D. Um novo grande estudo dos EUA acaba de mostrar que os adultos com a ingestão de magnésio de > 420 mg por dia, foram 66 por cento menos propensos de serem deficientes em vitamina D em comparação com aqueles com ingestões mais baixas. Além disso, aqueles que tomaram ao menos 100 mg por dia de suplementos de magnésio tiveram um risco 70 por cento menor de serem deficientes em vitamina D. Mais importante, se o magnésio pode melhorar o seu nível de vitamina D, ele pode também aumentar os efeitos benéficos da vitamina D? As últimas pesquisas acabam de confirmar que sim.

Magnésio aumenta os benefícios da vitamina D para a sobrevida em mais de 100 por cento

Os pesquisadores observaram mais de 12.000 adultos americanos (parte da coorte do NHANES III) durante um período de 18 anos. Durante esse tempo, aqueles com níveis elevados de vitamina D (> 40 ng/ml) foram 13 por cento menos propensos a morrer por qualquer causa, se eles tivessem baixas ingestões de magnésio (264 mg/dia), mas foram 30 por cento menos propensos à morrer se tivessem altas ingestões de magnésio (> 264 mg/dia). Em outras palavras, uma elevada ingestão de magnésio mais do que duplicou o efeito protetor da vitamina D contra a morte por todas as causas. Esta relação manteve-se verdadeira para todos os níveis de vitamina D acima de 20 ng/ml e foi estatisticamente significativa.

Magnésio aumenta a proteção da vitamina D para doença cardíaca fatal em até 478 por cento

Este efeito foi ainda mais impressionante para morte por doenças cardíacas. Aqueles com alta vitamina D, mas baixo magnésio tinham apenas 9 por cento menos risco de morte por doenças cardíacas . Mas aqueles com alta vitamina D e alta ingestão de magnésio tiveram uma redução do risco de 43 por cento. Isso é um aumento de 478 por cento na eficácia da vitamina D para a prevenção de doenças cardíacas fatais. Mesmo com níveis baixos de vitamina D, o magnésio mais do que duplicou o efeito protetor da vitamina D (241 por cento) e isto foi estatisticamente significativo.

O magnésio pode potencialmente reduzir o risco de câncer de cólon

Magnésio já foi demostrando reduzir fortemente o risco de câncer de pâncreas e câncer de cólon, em estudos anteriores. Esta mais recente pesquisa pode explicar o porque. Apesar de não ser estatisticamente significativa (devido ao tamanho da amostra ser muito pequeno), o maior consumo de magnésio aumentou o efeito protetor da vitamina D para a mortalidade por câncer de cólon em até 480 por cento, mais uma vez nos mais altos níveis de vitamina D.

Quanto de magnésio é necessário para a proteção ideal?

Em conclusão, se você quiser maximizar os benefícios de saúde da vitamina D, você deve ter uma ingestão ideal de magnésio, que, neste novo estudo, é definida como algo entre 264 e 420 mg ao dia. Uma vez que 79 por cento dos americanos são deficientes em magnésio, todos devem considerar aumentar a sua ingestão através da dieta ou de suplementação para a saúde ótima. Para aqueles que preferem o caminho da dieta, uma lista completa de alimentos ricos em magnésio está disponível no último link abaixo.

Referências

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte NaturalNews.com

Anúncios

11 comentários sobre “Magnésio potencialmente aumenta a proteção da vitamina D contas doenças cardíacas, câncer e morte

  1. Pingback: Você precisa deste super mineral para prevenir o câncer de cólon e melhorar a saúde cerebral | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Deficiência de vitamina D pode levar ao endurecimento dos vasos sanguíneos | Vitamina D – Brasil

  3. Gostaria muito de saber qual a importância do magnésio e da Vitamina D na ajuda ao combate aos vírus da Hepatite C, que já é uma epidemia no Brasil e que muitos profissionais da saúde se abstem de fazer quaisquer comentários.

  4. quem toma um remedio para hipertensao chamado anlodipino li que nao pode fazer uso do cloreto isso é verdade? tomei por um tempo o magnesio mas agora tive que parar por causa dessa informaçao alguem poderia me tirar essa duvida?

    • Na verdade o magnésio é um alimento e não um remédio. com isso, não traz nenhum tipo de interação com o uso de outros medicamentos. Atenção apenas para quem tem insuficiencia renal. Importante também fazer uma pausa a cada três meses de uso.

  5. Ja tomo o oxido de magnésio ha um bom tempo junto com o calcio e a vit D e o oxido de magnesio ajuda MUITO com as dores nas juntas devido à menopausa. Agora pergunto: qual a diferença entre óxido de magnésio e cloreto de magnesio?? Como essa vitamina explicada acima na matéria tanto faz eu tomar oxido ou cloreto???? Obrigada

      • Daniele, eu já tomei cloreto de Magnésio e me ajudou muitíssimo, mas o melhor Magnésio para se tomar e que é responsável por mais de 300 funções no organismo é O MAGNÉSIO DIMALATO, e, aprendi isso nada mais nada menos com um médico respeitadíssimo, que é o Dr Lair Ribeiro. Confira em alguns dos vídeos que estão no you tube. Abraços. Espero ter sido útil.

  6. Olá Dr. Cicero, sou Sávio Lopes, sou farmacêutico, atualmente estou muito interessado nesse novo tratamento com a vitamina d. Minha mãe tem LES e também já teve trombose venosa profunda e ja passou por procedimento de cateterismo, onde ja sofreu um infarto, no mesmo apresenta elevada concentração de cardiolipinas, com isso, queria saber quanto de vitamina d seria necessário para ela, pra ter efeito na supressão do LES , mas sem afetar os rins? Espero resposta!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s