Níveis sub-ótimos de vitamina D aumentam significativamente o risco de doenças cardiovasculares

A última década assistiu a milhares de estudos publicados que demonstram a profunda HRR58_Heartimportância de se obter quantidades suficientes da vitamina do sol a partir dos alimentos, da exposição ao sol e da suplementação. Nenhum outro nutriente foi demonstrado exercer tal vasta gama de benefícios para a saúde, mas milhões de crianças e adultos sofrem desnecessariamente, porque não possuem níveis sanguíneos circulantes suficientes de vitamina D. Em um grande estudo, publicado na American Heart Association na Revista Aterosclerose, Trombose e Biologia Vascular, pesquisadores da Universidade do Kansas descobriram que baixos níveis de vitamina D estão associados a um risco significativamente maior de ataques cardíacos e de morte precoce. Os cientistas observaram que, em pessoas com baixos níveis sanguíneos de vitamina D, aumenta-los com suplementos diminuiu por mais da metade o risco de uma pessoa de morrer por qualquer causa em comparação com alguém que permaneceu deficiente. Este estudo se propôs a investigar a ligação entre os níveis de vitamina D e a incidência de doenças cardíacas e de morte precoce em um coorte de mais de 10.000 pessoas da Dinamarca. Além disso, os pesquisadores incluíram meta-dados de 35 estudos pertinentes que cobrem um período de 29 anos de tempo longo. O autor do estudo, Dr. James Vacek observou “Esperávamos ver que havia uma relação entre doenças cardíacas e a deficiência de vitamina D; fomos surpreendidos com o quão forte ela foi … muito mais profunda do que esperávamos.”

Níveis sanguíneos ótimos de vitamina D diminuem o risco de morte precoce por mais de 80 por cento

Neste estudo, os cientistas compararam os indivíduos com os níveis mais baixos de vitamina D (menos de 15 nanomol por litro, o que representa cinco por cento da população analisada) aos considerados na faixa normal (mais de 50 nanomol por litro, ou seja, aproximadamente 50 por cento do grupo). Os pesquisadores observaram que o declínio nos níveis de vitamina D foi diretamente associado ao aumento do risco de doença isquêmica do coração, infarto do miocárdio e de morte precoce.

Os autores descobriram que aqueles com níveis mais baixos de vitamina D tiveram um risco 64 por cento maior de ataque cardíaco, 57 por cento maior risco de morte prematura, 40 por cento maior risco de doença isquêmica do coração e de pelo menos de 81 por cento maior risco de morte por doenças cardíacas. Os pesquisadores concluíram “Pudemos verificar que há uma forte correlação estatística entre um baixo nível de vitamina D e de alto risco de doença cardíaca e de morte precoce. A explicação pode ser que um baixo nível de vitamina D conduza diretamente a doenças cardíacas e a morte. “

Além dos resultados cardiovasculares, a equipe constatou que as pessoas com níveis deficientes de vitamina D foram duas vezes mais propensas a terem diabetes, 40 por cento mais propensas a terem pressão arterial elevada e cerca de 30 por cento mais propensas a sofrerem de cardiopatia (enfraquecimento muscular do coração). A linha de fundo é simples: suplementar com uma forma oleosa de vitamina D3 (a maioria dos adultos necessita de 5.000 a 7.000 UI por dia, dependendo do peso e metabolismo do indivíduo) para atingir os níveis sanguíneos ideais de 50 a 70 ng/mL (conforme medido por um exame de sangue de 25(OH)D) para impedir as doenças cardíacas e as doenças crônicas que conduzem a uma morte precoce.

Referências

http://atvb.ahajournals.org
http://www.reuters.com
http://www.medicalnewstoday.com/articles/250628.php
http://www.nutraingredients.com

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte NaturalNews.com

Leia também:

Anúncios

4 comentários sobre “Níveis sub-ótimos de vitamina D aumentam significativamente o risco de doenças cardiovasculares

  1. Pingback: Baixos níveis de vitamina D provam serem fatais, aumentando a mortalidade | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Deficiência de vitamina D pode levar ao endurecimento dos vasos sanguíneos | Vitamina D – Brasil

  3. Pingback: Atletas deficientes em vitamina D tem corações menores? | Vitamina D – Brasil

  4. Pingback: Vitamina D pode diminuir o colesterol em mulheres | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s