Férias ensolaradas habituais predizem melhores prognósticos em pacientes de melanoma

Por Marc Sorenson (Sunlight Institute) – Para aqueles de nós que apoiam a exposição shutterstock_97358942solar regular, um estudo de importância epocal acaba de ser publicado na revista médica PLoS One. A autora principal, Dra. Sara Gandini, também tem realizado pesquisas anteriores, mostrando a eficácia da luz solar em melhorar a saúde e trouxe à luz que muitos fatores não relacionados à luz solar são as verdadeiras causas do melanoma. [1]

Em sua mais recente publicação, ela e seus colegas mostram que as férias em áreas ensolaradas foram significativamente correlacionados com melanomas finos, [2] o que significa que os cânceres tinham menos probabilidade de progredir e de se espalhar. Houve uma proteção dose-resposta contra os melanomas mais espessos, em outras palavras, quanto maior for o número de semanas de férias ensolaradas, maior o risco de melanomas menos espessos. Esta correlação existiu apenas para as mulheres. A boa notícia, porém, é que, para ambos os sexos, a recorrência de melanomas extirpados foi reduzida, em média, em 70% naqueles que passaram o maior número de dias ao sol.

Eu e muitos outros já dissemos há anos que não somente a luz solar não causa melanomas, a luz solar habitual que não queima é protetora contra a contratação do melanoma. Esta nova pesquisa confirma este fato.

Um estudo similar sobre a espessura do melanoma e do risco de recaída foi feito em 2009 por Julia Newton-Bishop e colegas. [3] Nessa pesquisa, foi demonstrado que indivíduos com maiores níveis de vitamina D tiveram melanomas finos e um maior prognóstico de sobrevivência. No entanto, os resultados não foram tão impressionantes como o estudo de Gandini, et al. A exposição à luz solar, por si, parece ser superior aos níveis de vitamina D, por si, na proteção contra o melanoma.

A exposição solar é a melhor e mais natural forma de produzir grandes quantidades de vitamina D no corpo humano e estamos aprendendo que a luz solar produz muitos benefícios para a saúde além da produção de vitamina D. A presente pesquisa é um passo em frente em trazer a luz solar de volta à sua posição de direito como a melhor amiga do homem.

Referências

  1. Gandini, S, et al. Meta-analysis of risk factors for cutaneous melanoma: I-3. European Journal of Cancer 2005;41:28–44.
  2. Gandini S, De Vries E, Tosti G, Botteri E, Spadola G, et al. Sunny Holidays before and after Melanoma Diagnosis Are Respectively Associated with Lower Breslow Thickness and Lower Relapse Rates in Italy. PLoS One 2013;8:e78820.
  3. Newton-Bishop JA, Beswick S, Randerson-Moor J, Chang YM, Affleck P, et al. Serum 25-hydroxyvitamin D3 levels are associated with breslow thickness at presentation and survival from melanoma. J Clin Oncol 2009;27:5439-44.

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte SunLightInstitute.org

Leia também:

Anúncios

3 comentários sobre “Férias ensolaradas habituais predizem melhores prognósticos em pacientes de melanoma

  1. Pingback: 7 coisas surpreendentes que você provavelmente não sabe sobre a exposição à luz solar e protetores solares | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Pesquisa da Holanda mostra uma diminuição no câncer de pele e em outros tipos de câncer com um aumento na exposição solar diária regular | Vitamina D – Brasil

  3. Pingback: A luz solar não causa melanoma. Por que devemos continuar lutando esta batalha? | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s