Níveis mais elevados de vitamina D durante a gravidez podem ajudar os bebês se tornam mais fortes

Crianças são propensas a terem músculos mais fortes se suas mães tiveram um nível mais childelevado de vitamina D em seu corpo durante a gravidez, de acordo com uma nova pesquisa da Medical Research Council Lifecourse Epidemiology Unit (MRC LEU) na Universidade de Southampton.

O baixo status da vitamina D tem sido associado à redução da força muscular em adultos e crianças, mas pouco se sabe sobre como a variação no status da mãe durante a gravidez afeta o filho.

Baixas concentrações de vitamina D são comuns entre as mulheres jovens no Reino Unido e embora as mulheres sejam recomendadas a tomar 10μg/dia de vitamina D adicionais durante a gravidez, a suplementação muitas vezes não é feita.

Na pesquisa, publicada na edição de janeiro do Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, os níveis de vitamina D foram medidos em 678 de mães nos estágios mais avançados da gravidez.

Quando as crianças tinham quatro anos de idade, a força de aperto e a massa muscular foram medidas. Os resultados mostraram que, quanto maiores os níveis de vitamina D na mãe, maior a força de aperto da criança, com uma adicional, mas menos pronunciada associação entre a vitamina D da mãe e a massa muscular da criança.

O pesquisador chefe, Nicholas Harvey, professor da MRC LEU na Universidade de Southampton, comenta: “Estas associações entre a vitamina D materna e a força muscular da prole pode muito bem ter consequências para a saúde posterior; picos de força muscular no início da idade adulta, antes de um declínio na fase adulta e a baixa força de aperto na idade adulta tem sido associadas a maus resultados de saúde, incluindo o diabetes, quedas e fraturas. É provável que a maior força muscular observada em crianças de quatro anos de idade nascidas de mães com níveis mais elevados de vitamina D as irá acompanhar até a idade adulta e, assim, potencialmente ajudar a reduzir as cargas de doenças associadas à perda de massa muscular na terceira idade”.

As 678 mulheres que participaram do estudo fazem parte da Southampton Women’s Survey, um dos maiores e mais bem caracterizados estudos a nível global.

Cyrus Cooper, professor de reumatologia e diretor do MRC LEU na Universidade de Southampton, que supervisionou este trabalho, acrescentou: “Este estudo faz parte de um grande programa de pesquisas da Unidade de Epidemiologia da  MRC Lifecourse Epidemiology Unit e Universidade de Southampton em que estão buscando entender como fatores como a dieta e o estilo de vida da mãe durante a gravidez influenciam o desenvolvimento da composição corporal e óssea de uma criança. Este trabalho deve ajudar-nos a projetar intervenções visando a otimização da composição corporal na infância e na idade adulta posterior e, assim, melhorar a saúde das futuras gerações”.

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte MedicalXpress

Leia também:

Anúncios

2 comentários sobre “Níveis mais elevados de vitamina D durante a gravidez podem ajudar os bebês se tornam mais fortes

  1. Pingback: Tomar vitamina D2 é uma má escolha para atletas, mostra pesquisa | Vitamina D – Brasil

  2. Pingback: Baixos níveis de vitamina D associados à força de aperto ruim em centenários | Vitamina D – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s