Compartilhe sua história!

Nós queremos ouvir você!Conte-sua-história

A vitamina D desempenha um papel na prevenção e no tratamento de tantas doenças e enfermidades, que seria impossível para nós contar sobre todos os seus benefícios. Por favor, junte-se a nós.

Compartilhe a sua história da vitamina D (ou mesmo um vídeo seu do Youtube) de como ela o ajudou, ou a pessoas queridas que você conheça, ou de como você se conscientizou sobre a questão da sua deficiência. Cada história poderá inspirar uma pessoa.

Frequentemente iremos escolher alguns dos melhores relatos para publicá-los em nossa página no Facebook.

Compartilhe sua história abaixo!

89 comentários sobre “Compartilhe sua história!

      • Olá pessoal.
        E preciso que está lista com médicos seja mais popularizada, descobrir a pouco tempo AR e moro na Bahia, não sei se existe médico envolvidos com o protocolo da vitamina D aqui no meu estado, caso não havendo preciso de outras informações como qual médico procurar e onde…pessoal e muito urgente!!
        Muitas dores e ta muito agressiva.

      • É necessário que você leve-o a um médico que faça parte do protocolo do Dr Cícero Coimbra…. Ele terá que fazer vários exames e as dosagens da vitamina D serão receitadas. Não administre a vitamina D sem acompanhamento médico.

      • Flavia consulte um médico da Vt.D pois cada pessoa dependendo da deficiência é um Valor de UI diferente, não é vit.D só que resolve , é junto com um polivitamínico mais Omega com DHA alto. Eu faço tratamento para Esclerose Múltipla, ela Estacionou, Agora continuo o tratamento, correndo atrás da sequela que me deixou, diz o médico que tenho chance de recuperar, pois é recente. Procure a lista de médicos Protocolado com Dr.Cicero Galle o grande Protagonista e Cientista da Vit.D, todos indicado por ele. Boa Sorte….Ah! Primeiro lugar disso tudo que falei e pedir para o nosso “Deus Sr. Jesus” que esteje sempre a sua frente e lhe dando sabedoria e o resto vira. Beijos…..ZEZÉ

  1. No começo do ano de 2013 minha filha de 15 anos,atleta de nataçao.desenvolveu uma artrite reumatoide juvenil,a qual me fez ir a varios reumatologistade enxarcar minha filha de requinol e corticoide e durante meses minha filha perdeu a qualidade de vida e engordou bastante. Foi quando uma prima me falou do medico, Carlos bayma,que faz uma medicina preventiva e eficaz com a vitmina D. Com 1 mes de tratamento com a vitamina D,minha filha voltou a ter saude,nao tinha mais dores,nao apareciam mais os eritemas nodosos,voltou a viver.todos os reumatologistas falavam que era uma doença autoimune,mas nenhum tratou a causa e so o medico carlos bayma,foi na causa do problema com vitamina D, omega 3 e uma formula otimizadora. E hoje,05/02/14,minha filha está curada da artrite reumatoide.

  2. Desde 2010 faço uso da Vitamina D e graças a Deus e a ela não tive mais surtos e melhoro meu desempenho físico a cada dia. Meu objetivo é chegar aos 100% e eu sei que vou conseguir!

    • Qual tipo de surto vc se refere e o que vc sentia antes de tomar a vitamina, descobri a pouco tempo que a minha esta baixa 13.9 estou muito preocupada o que posso ter, aguardo resposta rosangelaporto2013 @gmail.com

  3. vou começar copiando sua frase Claudia Soares – O diagnóstico de esclerose múltipla é uma coisa assustadora,nos remete ao medo,e uma avalanche de dúvidas assombram nossas vidas… principalmente qdo vc descobre que seu filho do bem… saudável de 25 anos esta com EM… eu nao tinha noção do que seria isso ele chegou de viagem após um mes fora do Brasil, feliz ´porem olhos de mãe… eu o vi com passos falsos no aeroporto, foi ligar o carro para dirigir o carro morreu acho que por nao firmar o pe na embreagem ele riu e disse: acostumado com carro automático, minha observação ficou maior ao ve-lo descer as escadas segurando o corre mão e com o pé (bambo), marquei um ortopedista pq essa garota sempre acha que nunca eh nada. fez exames passou por mais alguns medicos, seria: hérnia de disco, coluna, fomos ao massoterapeuta enfim… sem resultado algum ate que o ultimo medico pediu que ele fosse ao neuro e esse neuro GRAÇAS A DEUS com uma vasta experiência logo pediu a ressonância, nisso meu coração ja estava so DEUS sabe como, em uma bela 4ª feira me liga o medico da beneficiencia portuguesa dizendo que havia dado ma alteração no exame dele e que o qto antes precisaria contatar o neuro, eu me despenquei a chorar, nao sabia do que se tratava meu filho viajando, como eu podia dar qq noticia por telefone, fui ao neuro conversei com ele, onde ele pediu a internação dele urgente para a medicação, meu filho chegou na sexta eu nao sabia o que falar, como falar… simplesmente sem saber de nada achei uma reportagem do dr cicero onde ele falava da EM mas nem prestei atenção se falava sobre a vitamina D, qdo meu filho chegou sexta-feira eu nao fui trabalhar, ele feliz ja com planos para a noite… deixei ele entrar, chegar, desfez as malas eu o chamei na cozinha com o note na mesa e disse: assiste esse video! ele sem entender nada viu nem ligou muito e ja com o tom de voz mais firme disse: assiste esse video! ele começou a ver … ficou um pouco paralisado e me disse pq vc ta me mostrando isso?? eu respondi: é o que foi diagnosticado em vc… ele disse e agora… eu disse vc tem que se internar… ele perguntou qdo??? eu falei agora… olha foi DEUS na minha vida naquele momento que me segurou pq da 4ª feira que soube ate 6ª feira qdo ele chegou… acho que consegui secar minhas lagrimas para me manter firme ao lado dele. fomos ao hospital a equipe de neuro ja estava de prontidão a sua espera fez mais alguns exames ate que veio o momento de tirar o liquor fique apreensiva foi horrivel ve-lo na posição que estava achei que tinha acontecido alguma coisa, chegou o momento da internação. como dóiiiiiii! mas enfim eu lembrei que tinha que ser forte. ele ainda brincou ué… cade o soro?? nao vim para tomar remedio? no dia seguinte ja o medicaram com o cortisona e sei la mais o que.ficou 3 dias internado… saiu de la bem …com a avonex receitada pelo neuro, ele msm se aplica porem ha uma coriza chata que o incomoda… passado uns dias ele foi ao Dr. Cicero para fazer o tratamento com a vitamina D ira começar no mes que vem. porem eu acho que ele nao tinha e acho que ainda nao tem muita noção do que eh a EM, por um lado acho isso bom pq ele tem uma cabeça muito boa, mas acho que esta sossegado demais, ele disse mãe parece que vc que tem EM pq ele me ve pesquisando, fazendo amigos, falando…eu disse … agora eu tenho sim, filhos nao entendem o coração das mães eu sei tb ja fui filha e peço um enorme perdão a minha mãe que ta no céu por nao ter entendido isso antes. por mais que eu saiba que ele ira se curar sim, vejo as pessoas confiantes mostrando suas ressonancia e eu ainda vou fazer o mesmo com a dele… eh dificil… CONFIO EM DEUS MAIS DO QUE NUNCA AGORA, CONFIO NO TRATAMENTO COM A VITAMINA D, que apos ter visto o video com mais calma ele foi e passou em consulta com o DR SERGIO e esta disposto a fazer o tratamento, me desespero um pouco as pessoas chegam a dizer que eh neura, mas eh so preocupação em fazer td certo qto a abistinencia do leite e seus derivados to perdida mesmo em saber o que dar para ele comer, em casa somos viciados em leite, comemos muito frango, carne e sei que sera uma adaptação grande. mas por mais que td esteja correndo bem me pergunto??? PQ… NAO PRECISAVA SER ASSIM!eu sofro muito… choro muito… e o amo muito… e nesse amor que vou encontrar forças para dar o meu melhor de mim a ele e as minhas filhas. quem disser que nao choca, nao sabe o que eh receber um diagnostico como esse, mas enfim como disse ao meu filho aqui encontramos pessoas de verdade, ganhei uma nova familia me sinto segura ao ler os depoimentos e um dia com certeza iremos vencer td isso. Hoje passado 5 meses consigo encarar numa boa pois a força que preciso vem dele e a dele vem da determinação, e da Vitamina D que fez com que realmente se tenha uma vida normal.

  4. Quero compartilhar que acredito na possibilidade de cura para o pênfigo , mais conhecido como “fogo selvagem ” , que por se tratar de doença autoimune , deve responder à vitamina D em altas doses ( protocolo do Dr. Cícero ) . Existe em Uberaba-MG o Hospital do Fogo Selvagem , que atende pessoas carentes , vítimas desta terrível doença . Tenho mantido vários contatos lá , oferecendo ajuda gratuita . Já enviei por Sedex farto material sobre o protocolo ….mas parece
    que está havendo alguma resistência…..não tenho tido retornos …..É importante que todos saibam que também existe este lado da moeda , ou seja , dos que não aceitam ajuda .

    • Voluntariamente, entrei em contato com Dna Isabel, presidente do Hospital Fogo Selvagem, que foi bastante receptiva e atenciosa. Lembrou-se do caso e do material enviado pelo Dr. Israel à médica responsável. Dna Isabel acreditava que o assunto estava encaminhado junto a médica responsável. A Dna Isabel retomou o assunto junto a médica responsável. Está agendado, para esta semana, um contato telefônico entre o Dr. Israel e a doutora responsável para retomarem o assunto.
      O tempo de convencimento pode variar de pessoa para pessoa, mas trabalhando para o bem, conseguiremos atingir os objetivos esperados, as vezes não no nosso momento, mas no momento de Deus.
      Esclarecendo que a decisão sobre a introdução do tratamento aos portadores da Doença do Fogo depende do convencimento da médica responsável e não da instituição, por tratar-se de uma decisão clínica.
      Vai dar tudo certo, Dr. Israel! Estaremos rezando muito pelo senhor e pela doutora, para que vocês profiram as palavras certas, no momento certo..

    • Persista dr. Israel ! Por enquanto, as resistências são compreensíveis devido `a pouca divulgação e conhecimento do tratamento com a vit. D,não é? Penso que essa resistência venha da insegurança das pessoas em aceitar uma nova terapia,duvidando da sua eficiência. Supondo que seja assim, acho que só uma maior visibilidade da eficá cia dessa terapia é que vai mudar essa situação. É admirável sua atitude de oferecer ajuda gratuita a essas pessoas que tanto precisam. Espero que os profissionais ,que cuidam dessas pessoas ,revejam seus conceitos e procurem maior conhecimento acerca dos benefícios da vit. D., para aliviar tanto sofrimento. Parabéns dr. Israel e não desista.

    • Olá. Que bom que pensa assim… Uma dúvida: Que tipo de ajuda você ofereceu a eles? Para o hospital diretamente não creio que haja resposta ou interesse já que eles tem como norma utilizar o velho protocolo dos corticóides. Mas se me permitir gostaria de fazer uma sugestão: há muitas pessoas necessitando de orientação e auxílio … há grupos no facebook e eventualmente observo que há pedidos de auxílio, de informações… Eu sei porque tenho pênfigo vulgar diagnosticado desde janeiro de 2015 e estou num tratamento com altas doses de vitamina D e também com auto hemoterapia que foi fundamental para a minha recuperação. Não é fácil ir contra a corrente do autoritarismo das instituições médicas, ainda mais quando nos encontramos vulneráveis e mentalmente confusos (estado que acomete fortemente os pacientes de pv). Se precisar de ajuda para localizar pode me escrever: maria.lucia.716.

      • Fui. diagnosticado com miastenia graves,fui tomado de uma fraqueza muscular , não conseguia mais levantar os braços,a musculatura do pescoço n aguentava o peso da cabeça,n estava conseguindo mais andar e muita dificuldade p respirar,hoje eu toma 50 gotas diária de vitamina D é uma colher de café de curcuma,hoje tenho uma vida normal,consigo trabalhar,comer,falar normalmente. graças a Deus!!!

  5. Por: Israel Cirlinas

    ” ….vou te dar meu depoimento : em 39 anos de
    profissão como neurologista , nunca consegui melho
    rar a vida de ninguém com E.M . O máximo que se
    podia fazer eram as internações para pulsoterapia….
    que supostamente tiravam o paciente do surto , mas
    não detinham a progressão da doença . Ademais , o
    efeitos adversos dos medicamentos convencionais
    faziam mal para mim também , a tal ponto que eu
    não queria mais atender estes casos..
    Felizmente , tive a sorte de ficar conhecendo o Dr.
    Cícero , e pude fazer um estágio em sua clinica ,
    além de estudar profundamente a vitamina D .
    Tudo mudou agora , e quando eu atendo um caso
    de E.M . , tenho a sensação de estar “me vingando ”
    desta doença , agora , com 40 anos de formado ….”

    (Depoimento retirado do grupo Vitamina D – Brasil no Facebook, com o consentimento do autor)

    • Estou com a consulta marcada para amanhã coletar o liquor de minha coluna, para confirmação ou não se tenho EM. Minha ressonância nuclear do cérebro deu normal,mas meu exame Evocado deu positivo para visão e membros. Gostaria de saber o endereço da Clínica do Dr. Cícero. Estou na esperança de não precisar, mas em todo caso… Aguardo….Obrigada pelo otimismo !!! De saber que há um controle desta doença que até pouco tempo não havia nenhuma .

    • Estou em tratamento com auto hemoterapia desde o início do diagnóstico de pênfigo vulgar em 2015. Os sintomas se mantiveram estacionados até outubro de 2015 quando houve uma piora do quadro. Meus lábios perderam completamente a elasticidade com a formação de crostras e hemorragias quase ininterruptas, tinha que usar máscara o tempo todo,…Iniciei tratamento com o protocolo da vitamina D em março deste ano e em abril os sintomas já regrediram. Estou muito melhor com poucos ferimentos na mucosa em tratamento com o Dr. Wanderley em Campinas.

  6. Comecei o tratamento com altas doses de vit. D 4 meses apos o diagnostico, na epoca tive dois surtos e fiquei mal por muito tempo, os surtos afetaram os movimentos do meu braco e mao do lado direito, fraqueza na perna direita, muitos formigamentos e dormencias e uma fadiga que as vezes me impedia de ficar em pe por mais de dez minutos. Com as vitaminas, a fadiga logo comecou a melhorar, e depois de 7 meses eu comecei a recuperar os movimentos que tinha perdido e a forca na perna. Hoje, com quase seis anos de tratamento, estou otima, nunca mais tive surtos e desde entao, minhas ressonancias mostram involucao de lesoes. Tambem nao tive mais novas lesoes, e varias das que tinha sumiram ou diminuiram de tamanho. Para falar a verdade, nao me preocupo mais com a EM, sei q desde que eu faca o tratamento corretamente, ela nunca mais me trara problemas.

  7. Por: Gaby L. P Coutinho

    “Agradeço muito por terem me aceitado!!! Descobri a esclerose múltipla em Abril de 2011 (estava com 20 anos), tomei interferon por três meses, confesso que foram três meses de muito sofrimento, além de sofrer com as injeções e com os seus efeitos, não tinha nenhuma melhora no meu quadro. Perdi a visão do olho direito, vertigem, falta de força muscular, falava com sotaque rsrsrs, médicos afirmavam que ficaria em uma cadeira de rodas, pois não conseguia me manter em pé, esses foram alguns dos vários sintomas que tive. Iniciei o tratamento em Novembro do mesmo ano, apresentei melhora logo na primeira semana de uso da Vitamina D. Hoje sou uma pessoa totalmente livre da esclerose, últimos exames analisados pelo Dr° Cícero, mostram que algumas lesões sumiram, e as que ficaram, diminuíram drasticamente de tamanho. Confio na Vitamina D e n o Dr° Cícero, Deus me enviou esse médico para devolver a minha vida, que a esclerose tentou destruir. Deixo aki meu apoio aqueles que iniciam agora o tratamento, não desistam, pois assim como eu vc também irá se curar!!!!!”

    (Depoimento retirado do grupo Vitamina D – Brasil no Facebook, com o consentimento do autor)

  8. Boa tarde! vou falar um pouco sobre minha mãe;Ela tem 89 anos teve um AIT a quase 2 anos ,depois disso não ficou mais a mesma,barulho no ouvido alucinação dores nas pernas ficava enlouquecida ,levamos a em vários médicos ,otorrino neuro cardiologista então essa medica cardiologista disse : vamos fazer um exame pra ver a vitamina D ,gente tudo mudou o exame deu que a vitamina estava muito baixa .Então começou a tomar em a vitamina D vai fazer três meses, ela é outra recobrou a memoria o barulho que a incomodava muito diminuiu bastante dores nas pernas quase não tem olha só temos a agradecer a Deus e a vitamina D

  9. Pingback: A deficiência de vitamina D está ligada a série de infortúnios | Vitamina D – Brasil

  10. Maio/13. Os primeiros sintomas que meu filho com 20 anos, apresentou foi fraqueza do lado esquerdo, pernas e mãos. Levamos ao neuro que imediatamente suspeitou de EM e foi confirmado na RM com inúmeras lesões e com o exame do licor que apresentou presença das bandas oligoclonais, fez a pulsoterapia. Melhorou bastante mas não totalmente. Levamos em outro neuro que receitou o Copaxone. Meu filho não conformado c o diagnóstico, procurou no Google “cura para EM”. Fomos salvos pelo vídeo de Daniel Cunha. Confesso q qdo ele falou do tratamento c vitamina D, não acreditei, até assistir ao vídeo. Agendamos a consulta c Dr Cícero, mas até consultarmos fomos procurando outros neuros na esperança q algum desse outro diagnóstico. Um em SP nos disse q não receitava os interferons, pois o próprio dono de um laboratório disse a ele q não acreditava nos interferons p EM, mas como a cada dia mais, crescia a venda, ele não tiraria do mercado. Qdo consultamos c Dr Cícero, foram 4h de consulta, que nos deu uma aula/palestra sobre o hormônio, vitamina D. Informou que a partir de 7 meses de tratamento ele não teria mais surtos pois o sistema imunológico estaria reorganizado e em 2 anos daria alta. Depois de mto medo desde o diagnóstico, sentimos uma paz, pois entendemos o que ele falou e acreditamos no tratamento. Seguimos fazendo os 2 tratamentos. Assim q começou c as injeções, sentiu fortes fadigas e outro surto 2 meses depois q atingiu desta fez o lado direito, sentindo assim mta dificuldade p andar. Dr Cícero aumentou a dose da vit D. Meu filho decidiu parar c as injeções, 3 meses depois, pois percebeu q estava piorando. A partir dai ele não tem mais qq sintoma da EM. Hj tem 1 ano e 7 meses de tratamento c a vit D. A RM apresentou q as lesões antigas estão inativas, são só cicatrizes, e não apareceram novas lesões. Aguardamos ansiosos a alta em set/14.

  11. Por: Katherine Alexandre

    “Em abril vai fazer 1 ano que comecei o ttt com a vit D, eu só tenho a agradecer por tal beneficio. Sou portadora de Miastenia Gravis, e depois de 2 anos de ttt os remedios nao estavam surtindo efeito no meu organismo, ja tinha feito 3 ciclos de IMUNOGLOBULINA, tava com 80mg de cordicoide, mais 100mg de AZA e mestinon de 4/4h e ainda entrei em crise miastenica. Sai da crise e comecei a tomar a VIT D, o resultado que ja sento e levanto, dirigo por horas, e ja arrisquei ate o salto. Minha qualidade de vida melhorei 80%, ja comecei baixar as doses dos remedios tomo hoje 20mg de corticoide, 50mg de AZA e mestinon de 6/6h. Sou a mulher mais feliz do mundo, agradeço a Deus por permitir estas maravilhas na minha vida e VIVA A vitD.”

    (Depoimento retirado do grupo Vitamina D – Brasil no Facebook, com o consentimento do autor)

    • Oi boa noite! Meu nome é Evellin e eu gostaria de saber com quanto tempo você começou a melhorar a marcha, porque meu filho tem 14 anos e desde fevereiro começou com os primeiros sintomas, só que em maio que descobriram as inflamações ele fez pulsoterapia e plasmaférese e no dia 27 de julho através da Internet levei ele pra uma consulta com Dr.Wanderley Ribeiro Pires, hoje tem três meses que ele iniciou o tratamento com as vitaminas e até agora só melhoraram os formigamentos e a fadiga, mas a marcha dele está bem pior porque antes a dormência e fraqueza era só na perna esquerda e agora está na direita tbm, e eu só vejo depoimentos de que as pessoas ficaram bem muito rápido, e eu gostaria muito de saber qual é o tempo normal que começa a fazer efeito! Desde já agradeço

  12. A vitamina D em altas doses , dentro do protocolo do Dr. Cícero , é o melhor tratamento do mundo para a Miastenia Gravis ou qualquer outra doença autoimunitária .

  13. Eu sofria de uma rinite horrível. Já levantava espirrando… sentava no sofá e espirrava… tive que tirar cortinas, tapetes e tudo mais. Até estava pensando em trocar de sofá. Após tomar vitamina D dei pouquíssimos espirros. Diminuíram 99 por centro. Só posso crer que foi devido `a vitamina D, pois não fiz outro tratamento.

    • Boa dica. Eu sofro com rinite (vivo em crise) já tomei de tudo. Minha vitamina D está abaixo de 30. Vou tentar usar a vitamina D pra ver se obtenho resultado. Quem sabe né?

  14. Sou portadora de Esclerose Múltipla, e paciente do Dr. Cícero Galli Coimbra, descobri a doença em Junho de 2013 e iniciei o tratamento dia 05 de setembro do mesmo ano.
    Por ser contra os medicamentos convencionais cujos efeitos colaterais podem nos levar a morte ou sequelas irreversíveis, optei pela vitamina D e desde que iniciei o tratamento foram somente vitórias, as dormências, fadigas, dores de cabeça, desequilíbrios e surtos desapareceram.
    Hoje graças a Deus e a vitamina D, levo uma vida normal e tento divulgar as pessoas que sofrem de doenças autoimunes a opção mais segura de se tratarem e voltarem a ter uma vida normal.

  15. Tenho 18 anos. Há 1 ano e meio tenho EM.Tive dormência na perna esquerda e fiz pulsoterapia por 5 dias, internado. O neuro me receitou interferon, mas minha mãe descobriu, pela internet, o tratamento com a vit.D, atraves do video de Daniel Cunha _ http://www.youtube.com/watch?v=erAgu1XcY-U _ Antes de começar a tomar as ‘terríveis’ injeções, conseguimos uma consulta com dr. Cícero, q me devolveu a vontade de viver. Após 2 meses do meu diagnóstico, comecei o tratamento e quando completou 1 ano, fiz nova ressonância. A lesão que eu tinha no cérebro praticamente sumiu (uma cicatriz apenas), não tive mais nenhuma nova lesão e levo uma vida absolutamente normal: estudo, namoro, malho, jogo futebol 3x por semana e sou muito feliz, graças DEUS, ao Dr. CÍCERO e à VITAMINA D. Que Deus abençoe todos os médicos q ajudam seus paciente a ‘terem suas vidas de volta’ através deste maravilhoso protocolo. Ah! E meus rins estão bem, obrigado!

  16. Graças a Deus a Drª Fernanda Pinto Caldeiras a médica em que passei ao Dr Israel e a este site abençoado, só descobrir o site buscando informação pois meu índice de vit D estava tão baixo que sentia dores em todas a juntas do corpo. Agora após três meses de tratamento sinto-me renovada.

    Que Deus continue abençoando estes médicos que realmente querem o bem das pessoas.
    Obrigado por existirem. Agradeço também ao apoio de pessoas colaboradoras.

  17. Olá, bom dia. Sou escritor que há 34 anos venho atuando como biógrafo. Conheci esse projeto e me identifiquei muito com ele, já que tem por objetivo resgatar histórias reais e muito emocionantes, evitando que caiam na vala comum do esquecimento, que seria uma grande pena. Gostaria de produzir um livro com essas “caminhadas” e assim preservá-las e compartilhá-las da melhor forma. O meu site é http://www.vidaescrita.com.br e estou à disposição para trocarmos ideias a respeito. Abraços, obrigado e até breve!

  18. Olá queridos vitaminados e vitaminadas, quero compartilhar com vocês um pouco da minha alegria.
    Hoje à tarde estive na minha consulta de rotina com a neuro daqui da minha cidade e um dos neuros mais influentes e reconhecidos de Manaus entrou com mais uns 15 alunos na sala e pediu pra que eu falasse sobre como descobri a esclerose, como foram os surtos e como tratei na época que fui diagnosticada. Quando acabei de dar o meu depoimento o médico preceptor fez a pergunta que mais temia: qual a medicação que usava? Betainterferon, tyssabre ou avonex?

    Respondi com muita firmeza que não usava nenhuma medicação, mas que tomava vitamina D, 70.000UI, 3 litros de água por dia e fazia dieta de cálcio.

    Nesse momento os alunos se olharam e ficaram todos assustados porque a maioria achava que o tratamento com altas doses de vitamina D era ainda uma realidade muito distante.

    Em resumo, a minha neuro que era totalmente contra a vitamina D, hoje disse após olhar as minhas ressonâncias: Taci, não sei se a vitamina D é o tratamento certo, mas ela está funcionando pra você.
    Estou extremamente feliz!!!

  19. Não se trata apenas de uma compra de vitamina D . É todo um protocolo de tratamento que envolve
    avaliação clinica , exames de laboratório , outros suplementos além da vitamina D , além de um
    rigoroso controle evolutivo , feito por um dos médicos treinados pelo Dr. Cícero . Abs. Dr. Israel .

  20. Olá a todos. Fui diagnosticado com EM em Abril de 2015 mas já tinha alguns sintomas desde Setembro de 2014. Comecei o tratamento com vitamina D no dia 4 de Junho. Hoje sinto inequívocas melhoras no equilibrio e na marcha. Tenho mais força nas pernas e deixei de sentir uma sensação de “cruzamento da visão”. As dormência nos braços e pernas ainda não desapareceram mas acredito que isso vai acontecer. Está muito calor aqui no Algarve (Portugal) e isso não ajuda e por vezes intensifica as dormências. Eu julgo que será por conta do calor. Gostaria de saber se alguém passou por calor intenso perto dos 2 meses de tratamento.

    Obrigado e viva a Vitamina D!!!

  21. Falta só dizer que o meu tratamento é seguindo o protocolo do Dr. Cícero, feito por uma clínica aqui em Portugal, no Porto. Se me puderem responder à pergunta anterior fico muito agradecido. Obrigado!! 🙂

    • Bom Dia André. Faço o tratamento para EM a dois anos. Dos sintomas físicos tive dois episódios de visão dupla e dores de cabeça, certamente devido ao calor e estresse. Mas depois do tratamento minha vida melhorou muiito. Infelizmente não podemos controlar o clima nem impedir situações estressantes, principalmente na vida corrida que levamos, mas se tivesse o controle dessas duas situações certamente poderia me considerar 100% curada.

  22. 30 DIAS DE PROTOCOLO do Dr Cicero Coimbra – TRATAMENTO COM ALTAS DOSES DE VITAMINA D
    ANTES:
    MINHA CONDIÇÃO: Em 2010 diagnosticada com Esclerose Múltipla, após surto que fiquei 3 meses em estado vegetativo.
    Passei por 5 (cinco) intervenções cirúrgicas no cérebro.
    SEQUELAS: Não tenho autonomia de ir e vir. O processo desmienilizante “minou” meu equilíbrio. Não posso sequer atravessar uma rua sozinha, sem que isto impute perigo a minha segurança;
    Qualquer esforço me deixa prostrada, sem forças. Inclusive o esforço de intelecto;
    Minha visão é estranha… comumente tenho que fechar um dos olhos, para conseguir definir uma imagem. Por exemplo: quando vou abrir a porta do carro, eu não confio no que eu vejo, pelo retrovisor. Não tenho uma avaliação correta se está vindo carro, se a distância é segura. Preciso, que o marido diga: __Agora. Pode abrir.
    Não tenho como diagnóstico Mal de Parkison, mas tomo remédios para parkissionismo, que tenho devido ao processo desminielizante.
    O que são minhas crises de travamento: NESSAS CRISES, MEU ROSTO, BOCA , LÍNGUA,OLHO DIREITO ENTORTAM, não consigo falar, nem engolir, por isso babo. Não consigo sequer cuspir, a língua fica pra fora da boca, o olho vesgo, é horrível! Horrível pra quem vê e mais pra mim, que vivo isso!!
    DEPOIS: Melhoras após 30 dias de tratamento
    Equilíbrio : 75%
    Disposição: 98% (fadiga)
    Visão: 30%
    Travamentos: 85%
    NÃO FAZIA, AGORA FAÇO!
    Fico todo o louvor do culto em pé. Antes era meia música, segurando no encosto da cadeira da frente. Posso fechar os olhos, mesmo sem estar me segurando.
    Se estou andando consigo olhar para os lados, até mesmo para traz, sem ter que estacar. Antes, pra eu fazer isso, era tipo: PARE, OLHE E ESCUTE.
    Perdi o detector de cadeira do bumbum, não fico mais o tempo todo, procurando lugar para me sentar.
    Não tenho mais a sensação de “morri e esqueci de cair”!
    E….SÃO APENAS 30 DIAS!!

  23. Bom dia! Meu filho tem 14 anos e desde maio estamos lutando com ele, passou por três internações, na primeira depois das ressonâncias descobriram que ele estava com mielite, a princípio as inflamações eram só na cervical e torax ,depois no mês de julho já apareceram na ressonância de crânio tbm, o problema dele está somente na marcha, ele não está andando sozinho, usa uma moleta ou andador.
    Logo depois da terceira alta onde passou por várias sessões de pulsoterapia e plasmaférese, vimos uma reportagem de Dr. Cícero Coimbra na Internet, então conseguimos marcar uma consulta e desde o dia 28 de julho ele está fazendo o tratamento com vitamina D, ele já não sente mais fadigas e formigamentos, mais a marcha já esteve melhor, acho que deve ser porque só tem dois meses com a vitamina D, gostaria de saber de vcs em média é quanto tempo pra começar a melhorar a marcha?
    Desde já agradeço a todos!

  24. Dotor estou com uma dúvida pfvor me ajude, quando eu tinha 13 anos tive fogo selvagem tomei uns remédio que o médico passou q eu não lenbro o nome, e parece q eu fiquei curada do fogo selvagem afetor só um pouco do meu quadril, e ficou só a camada grossa, tipo uma crosta sei lá, e de uns dias pra cá essa crosta arde e dá umas pontadas, quero saber se o fogo selvagem pode voutar?

  25. Nossa que bom ver tantos depoimentos. Em 2010 meu marido Leon foi diagnosticado com a doença artritis reumatóide. Antes do diagnostico o ele vinha extremamente cansado e não tinha mas energia. Em 2010 as dores foram se agravando e ele ja não sabia o que fazer. Remédios como metrotexato, sulfasalazine naproxeno e etc foram usados. Quando nada mais funcionava nos apresentaram o Humira. ingenuamente pensávamos que ali estava a solução dos nossos problemas, eu teria meu marido de volta. Pois com todo esse processo ele havia mudado muito. Depressivo, mal humorado e sempre com dores. Infelizmente não foi bem assim. Ele ainda usa Humira e no meio tempo teve outra doença chamada de amiotrofia neuralgica. Setembro desse ano (2015) meu pai começou a buscar na internet informações sobre o protocolo do Dr Cicero. O que nos parecia muito complicado pois moramos na Holanda e em Holandes não se encontra nada sobre o assunto. inicio de dezembro tivemos uma consulta com o Dr Miguel em Porto- Portugal. ele foi indicado pelo Dr Cicero. Voltamos para casa cheios de espancas e duvidas. Compartilhamos aqui com amigos, e medico de família. Todos quase que rindo da nossa (como eles mesmo dizem) inocência. Pois a historia da vitamina D parece contos de fada. Claro que isso nos deixa de uma forma ou outra inseguros. O Leon ainda não começou com o tratamento mas vamos logo fazer isso em Janeiro. primeiro todos os exames. Os comentários e informações que encontramos inclusive pelo site de vocês são de extrema importância. Obrigada!

    • por favor me diga como foi o resultado do tratamento,pois tenho artrite a 20 anos e comecei o tratamento agora com vit d estou muito insegura pois estou com intolerancia ao metrotexato mas sei que e o que baixa minha imunidademas tambem firme com o tratamento com vit d me conte sua historia….comecei meu tratamento esta com 30 dias.

  26. Olá. Vou começar um tratamento com vitamina D, pois há algums anos, venho sentindo uma fadiga frequante eprogressiva, e dores por todo o corpo, principalmente dores musculares e nos nervos. fiz uma bateria de exames mas deu tudo normal. Espero melhorar com esse tratamento. Postarei aqui o meu progresso. abraços a todos.

  27. Há 1 ano e meio comecei com sintomas da EM (tontura intensa, vômito, formigamento, perda de coordenação motora, perda de força nos membros do lado direito, neurite ótica, perda de sensibilidade no lado direito, fadiga e alguns outros que já devo ter esquecido). Após consulta com otorrino, que me encaminhou pra um neuro e depois pra outro neuro e exames de sangue, liquor e ressonância, veio o diagnóstico de EM.
    Nem quis pesquisar muito à respeito porque o pouco que eu já tinha ouvido falar sobre a doença foi suficiente pra me deixar desesperada.
    Após a pulsoterapia de 3 dias começaria o procedimento pra receber a medicação convencional do governo, quando, por graça de Deus, fui apresentada à vitamina D por pacientes do Dr. Cícero e em poucos dias uma consulta foi arranjada para mim em seu consultório.
    Sem palavras que descrevam com perfeição a verdadeira aula sobre EM e vitamina D que me foi dada na 1a consulta.
    Já se passou quase 1 ano e meio de tratamento e não me resta sequela alguma. Na 3a consulta repeti as ressonâncias e das 4 lesões, 1 diminuiu muito e 3 desapareceram/cicatrizaram.
    Minha vida foi devolvida a mim integralmente e sem medo das sequelas que eu poderia sofrer ao longo dos anos se não tivesse sido apresentada ao trabalho glorioso do Dr. Cícero Coimbra.
    Meu cotidiano é absolutamente normal e eu procuro não lembrar do ocorrido, não contar muito o que aconteceu durante os surtos que tive durante os 2 meses até tudo se encaixar e etc., porque foi muito aterrorizante e eu prefiro apagar da memória; apenas tomo minhas vitaminas diariamente, bebo meus 4l de água e sou feliz, mas, inevitavelmente, vez por outra me pego pensando em como Deus e os amigos pacientes e o Dr. Cícero e minha médica do protocolo, Dra. Sueli, foram maravilhosos comigo, e então me encho de gratidão e alegria, e também um desejo enorme de compartilhar minha experiência e disseminar o tratamento da vitamina D como a melhor alternativa para tratar a EM, sendo este responsável por devolver à vida, já, milhares de pessoas Brasil afora e também em outros países.
    Que muito em breve a medicação convencional não seja mais a única opção “oferecida” à pacientes diagnosticados com EM.
    Gratidão a todos.

    • Olá Michelle tudo bem? Lí seu comentário e fiquei curioso em saber quantos Ui de vitamina d voce toma por dia. Começei a fazer uso da vitamina D de 5000 UI tem umas duas semanas , pois há algum tempo venho sofrendo com a maioria dos sintomas que vc descreveu acima, e sem resposta médica pois os exames que já fiz não acusaram nada. fui no neuro e a única coisa que ele pediu foi um TC de cranio, e como não deu nada me liberou. Fiquei sabendo da vitamina D, por isso começei a tomar e peço a Deus que eu venha a ter bons resultados, pois esta difícil conviver com estes sintomas. Abraços.

      • Olá, Eder.
        Espero que esteja melhor.
        Atualmente minha dosagem está bem alta, 180 mil Ui, porque meu PTH passou a oscilar demais, embora já tenha estado abaixo de 12 com dose bem menor. Acredito em 3 possibilidades: “erro” na manipulação da D3 (infelizmente não temos como ter certeza, apenas confiar nas farmácias indicadas…), ou no desenvolvimento de uma resistência maior ainda à D3 (supondo que portadores de EM já tenham determinada resistência à ela, a minha pode ter passado a ser maior ainda e não ser tão potente na função de diminuir o PTH), ou na 3a hipótese, que é o desequilíbrio emocional (fator crítico para o sucesso do tratamento) pois assumo que sou muito nervosa, ansiosa, pensativa demais e etc.
        Penso que uma destas 3 causas que citei acima possa ser responsável pelo aumento do PTH e consequentemente da dosagem diária de D3, mas mês que vem tenho consulta e farei os exames de sangue em laboratório particular de grande confiança pq também vai saber como é que manipulam as coletas nesses laboratórios de convênio, não é..
        Só pra ter precisão e confiança nos resultados, e então volto aqui pra dar um parecer, mas adianto que nada disso alterou meu ótimo estado de saúde. Embora o PTH alto e dose maior de D3, não lembro que tenho EM, estou ótima, zero sequelas, nenhum novo surto graças a Deus, e sei que não terei pq confio muito no tratamento e me sinto ótima, nenhum problema com o cálcio, nada…
        Aconselharia a todos os que necessitam de tratamento pra EM procurarem os médicos do protocolo!

        Att.
        Michelle.

  28. Oi bom dia.
    Sou José santos e tenho 26 anos, e já vai fazer 3 anos que venho sofrendo muito com essa doença ( ELA ) é conhecir uma pessoa que faz esse tratamento com vitamina D e está se sentindo bem melhor com o tratamento.
    Me interessei muito em saber como faço para estar conseguindo fazer esse tratamento com vitamina D também…
    Por favor eu sei que tem muitos é muitos pacientes precisando ou até mesmo fazendo esse tratamento.
    Peço que vocês me ajudem de alguma forma pra mim também poder ter melhoras na minha vida através do tratamento com vitamina D.
    Ficarei muito feliz se me ajudarem.
    Agradeço pela atenção..

  29. Gente, várias distúrbios, doenças, principalmente autoimmune, estão sendo controladas, tratadas e curadas com o uso de mega doses de vit.D.
    em Recife, sugiro que procurem o médico dr. Mario Italo, muito competente

  30. Minha filha tem 18 anos. Em novembro de 2015, antes da Fuvest, que ela tanto estudou e se dedicou, perdeu a visão do olho direito. Por ironia do destino seu sonho sempre foi ser Neuro-Cirurgiã. Ela ficou arrasada, mais triste por perder a prova do que pelo acontecido ( acho que ela não imaginava ser tão sério ). Ficamos desesperados, corremos muito de uma Hospital a outro até descobrimos ser Neurite Óptica. Ela tomou a pulsoterapia e, após a RM, descobriram múltiplas lesões no cérebro, sugestivo de esclerose múltipla.Começei a estudar sobre o assunto, estava desesperado com o que lia e resolvi pesquisar por “curado de esclerose”. Com a graça de Deus descobri o dr. Cícero, fiquei entusiasmado com os relatos dos pacientes e optei por esse tratamento. Consegui uma consulta com o dr. Sergio Luiz Menendez, que atende no mesmo prédio e é da equipe do Dr. Cícero. Minha filha está tomando 90,000 gotas por dia e está muito bem ! Tenho muita fé e esperança nesse tratamento. Não tenham medo, pesquisem..É o único tratamento onde vemos os pacientes relatarem verdadeiros milagres. Pessoas há anos sem surtos e outras com alta, declaradas curadas. Paguei R$ 700,00 a consulta em dezembro, vamos retornar agora em maio, onde pagaremos mais R$ 700,00 e depois somente após 2 anos. Não é caro, eles dão total assistência por email, telefone e whatzapp, além de parcelarem o valor e atenderem também pessoas sem condições financeiras. Ontem comprei mais Vita D e um complexo de vitaminas, gastando cerca de R$ 200,00 ( dura 2 meses ). É um tratamento acessível. Optamos apenas por ele, além dela tomar Naltrexona em pequena dosagem, receitado por um médico da família ( também pesquisei e trata-se de um ótimo remédio para fortalecer o sistema imunológico, e barato ). Espero ter ajudado, tenham fé, tenham esperança. Um grande beijo no coração de todos os portadores e familiares. Assistam aos vídeos, pesquisem, verão que é um ótimo tratamento. Para encerrar, na época da descoberta, consultei 2 neuros, Um, particular, disse SIM, se fosse minha filha eu levaria e outro, do SUS, disse que não acreditava. Difícil..mas optei pelo que eu VI e não me arrependo. Tenho muita fé no protocolo do Dr Cícero.
    Minha dúvida é > Estamos certos em seguir apenas esse tratamento ? Ela deve seguir tamém os protocolos do SUS, que dizem que a vitamina D ajuda, mas é necessário tomar os convencionais ????

  31. Como começar a falar sobre a vitamina D? Não há palavras pra descrever o que foi essa bénçaõ na minha vida!!! Fui diagnosticado com esclerose multipla há 11 anos e fiquei infelizmente tomando por 4 anos um remédio caríssimo denominado de interferon beta 1-A conhecido como rebif, que honestamente não me apresentou benefício algum. Estendia sobre mim e meu futuro uma cortina negra que me atormentava todos os dias quanto ao meu prognóstico: ou tetraplegia ou cegueira ou(quem sabe?) os dois juntos e se estendia bem rápido talvez nesse exato momento eu já estaria assim. Foi quando minha mãe ouviu falar sobre um tratamento simples com vitamina D que estava em posts comentados na internet protocolo de Dr. Cícero Coimbra da UNIFESP. Parti felizmente para este tratamento e abandonei definitivamente o tratamentto antigo, remédios que provocavam efeitos devastadores. A partir daí minha vida mudou radicalmente, sou uma outra pessoa, um novo homem, com novos planos, futuro e vida. Atualmente, aquele menino que podia ter ficado com todas as sequelas possíveis e imagináveis está cursando Engenharia Química na Unicamp com muitas metas e muita sede de aprender, afinal o pior já passou… Foi levado do meu organismo por este tratamento simples mas extremamente poderoso… Se a academia médica não aceita o tratamento com vitamina d, pouco me importa. Eu sei o que eu era, onde eu estava e o que sou agora graças a tudo de bom que essa vitamina me proporcionou!!! Eu só tenho a agradecer primeiramnente a minha mãe, que descobriu o tratamento, ao Dr. Cícero pelo seu exemplo de altruísmo e competência e… (nunca pensei que diria isso) a vida segue…

  32. Minha mãe tem miastenia gravis e já começou com o tratamento da vitamina d..só q até agora ela não teve quase nenhuma melhora,exxceto o problema de pálpebra caída…. daii fiquei meio na dúvida pq ela tá sendo acompanhada por um médico… não sei pq ainda não apareceram os resultados desejáveis… li tudo aqui e fiquei feliz por cada um..queria muito q minha mãe experimentasse tb desse milagre… eu tenho artrite reumatóide e descobri aqui q a vitamina d tb pode ser minha solução…. até pq o metotrexato não permite engravidar, e já tenho 33 anos e ainda não sou mãe… sou casada há 5 anos.. e isso me deixa um pouco triste… mas agora vi q posso largar esse vilão da minha vida… agora voltando pro caso da minha mãe… pra quem pode me responder, o q será q está dando d errado? A melhora vem depois d qto tempo? Ainda não tem um mês d tratamento…e ela toma parece q 10mil… me ajudem por favor..

  33. Meu nome é Luiz Israel, tenho 35 anos. Gostaria de saber se alguém poderia me falar se vitamina D melhora discopatia lombar, (desidrataçào de vertebras)? Fico grato pela a resposta.

  34. Olá! Algumas pessoas demoram mais a reagir. Podem ser necessário adequar as doses também de acordo com cada problema. Eu tomo 60.000 Ui e estou associando ao procedimento de auto hemoterapia . Estou tendo bons resultados. Desejo-lhes uma rápida melhora.

  35. O tratamento com vitamina D não pode ser chamado de alternativo , pois é
    realizado por médicos capacitados , sendo o procedimento pura medicina
    do começo ao fim . Com relação às dosagens utilizadas , depende de cada
    caso e dos contoles laboratoriais periódicos . Procure um dos médicos do
    protocolo do Dr. Cícero , e verá o resultado .
    Dr. Israel Cirlinas .

    • Dr. Israel, Boa tarde. Muito bacana a sua participação no comentários. Gostaria de uma orientação, Tenho 33 anos e estou à praticamente 2 anos sentindo cansaço, dores de cabeças, insônia, a mais alguns sintomas de fadiga, nenhum exame que fiz apresentou algo. Apenas vitamina D na casa de 22ng/ml. Meu médico recomendou 3 gotas do Dose D diariamente, o que vi que pelas suas recomendações é insuficiente. Acredita que esses sintomas possam ser devido à baixa de Vitamina D?

  36. O seu quadro clínico sem dúvida tem relação com deficiência do Hormônio D , mais conhecido como vitamina D . Inicie reposição com 10.000UI por dia .
    Prossiga desta maneira por toda sua vida . Abs, Dr. Israel .

  37. Olá, boa tarde a todos.
    Ouvi dizer que o tratamento com o Gilenya corta o efeito do tratamento com a vitamina D. Alguém sabe me dizer se isso é verdade? Alguém aqui toma o Gilenya e faz o tratamento com a vitamina D?
    Muito obrigada

  38. Boa tarde!! Fui diagnosticada com EM a um ano e tomo avonex… meu médico é contar vitamina d e antas doses mesmo assim tomo 10000ui fazem 6 meses estou com um lesão nova em c1 e c2 mas com sintomas de formigamento e é aquele reflexo de colun quando baixo a cabeça meu médico passou corticoide oral 5 dias…. tenho um dúvida sobre se eu tomo vitamina d e tomo tratamento convencional a vitamina tem efeito ? Pois tanto o medicamento quanto a vitamina d mudam a resposta imunomoduladora…. o que o Dr. Cícero ou o Dr. Israel falam? Obrigada!!!

  39. tive muitas dores nas pernas e psoriase diagnóstico deficiência de vitamina d estou em tratamento vou retornar no próximo mês para ver se conseguimos repormas não consegui ainda tomar sol😢

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s