Estudo vincula deficiência de vitamina D com epidemia global de distúrbios do sono

Resultados de um ensaio clínico de suplementação de vitamina D indicam que a 536338_351162288313155_265150048_nmanutenção de um nível consistente de vitamina D3 propicia um sono normal, independentemente do tipo de distúrbio do sono

Vitamina D é conhecida como a “vitamina do sol” pois passar tempo ao ar livre, exposto ao sol aumenta a produção de vitamina D no corpo através da pele. Nossos ancestrais passavam uma quantidade considerável de tempo ao ar livre, mas pela primeira vez na história, grande parte da população mundial passa a maior parte do seu tempo dentro de escritórios e de suas residências. Pesquisadores da East Texas Medical Center e da Universidade da Carolina do Norte descobriram que a vitamina D ajuda a regular o ciclo de sono-vigília. Eles descobriram uma ligação definitiva entre a deficiência de vitamina D e da epidemia global de distúrbios do sono.

A fase de de movimento rápido dos olhos (REM) é um dos níveis mais profundos do sono. O nível em que os sonhos ocorrem e está relacionado à boa memória e aprendizagem. A interrupção do sono REM ou ausência dela, é uma forma de insônia. Outros distúrbios do sono incluem apnéia do sono – que envolve interrompido ou obstrução respiratória ou ronco durante a noite, insônia das flutuações hormonais, tais como a menstruação ou a menopausa, síndrome das pernas inquietas e movimentos periódicos dos membros, uma condição em que a pessoa move seus membros involuntariamente ao dormir.

Os resultados do ensaio clínico da suplementação de vitamina D foram publicados em uma edição recente da revista “Medical Hypothesis”. Os pesquisadores acompanharam 1.500 pacientes por um período de 2 anos. Um nível consistente de vitamina D3 foi mantido em seu sangue durante vários meses. Isso produziu o sono normal na maioria dos participantes, independentemente do seu tipo de distúrbio de sono, o que sugere que muitos tipos de insônia podem compartilhar a mesma causa. Durante a pesquisa, os autores descobriram a presença de altas concentrações de receptores de vitamina D nas áreas do cérebro que estão relacionadas com o início e manutenção do sono.

O cálcio também está diretamente relacionada aos nossos ciclos de sono. Em um estudo, publicado no Jornal Europeu de Neurologia, os pesquisadores descobriram que os níveis de cálcio no organismo são maiores durante a fase de movimento rápido dos olhos (REM) . Este estudo concluiu que os distúrbios do sono, especialmente a ausência de sono profundo ou sono REM, estão relacionados a uma deficiência de cálcio. A restauração do curso normal de sono foi atingido após a normalização do nível de cálcio no sangue.

Os autores do estudo da vitamina D observaram distúrbios do sono têm desempenhado um papel no desenvolvimento de condições médicas, tais como hipertensão, doença cardíaca, acidente vascular cerebral, diabetes, depressão e dor crônica que, assim como a insônia, tornaram-se generalizadas.

Tradução Vitamina D – Brasil

Fonte: http://world.einnews.com